Com ou sem química?

Branco ou moreno? Magro ou gordo? Se você é apaixonada por alguém, isso pouco interessa. Você idealiza suas vontades nesta pessoa e encontra tudo o que procura.

Mas, e se mesmo assim, você consegue encontrar alguém que te faça prestar atenção, andar mais devagar, suspirar, morder os lábios e quem sabe até te ficar excitada. Pronto! É a química!

Tem pessoas, que sem motivo aparente despertam o desejo nas outras, homens e mulheres com algum tipo de magnetismo aparecem em nossas vidas e podem mudar nossa visão comportamental completamente.

O interessante é que o que sentimos é o resultado de atividades cerebrais que envolvem vários processos químicos. Ficamos envoltas, de uma nuvem de desejo, de dúvida e às vezes até cegas.

Muitas vezes um homem que nunca vimos ou conversamos, se aproxima deixando-nos completamente atordoadas com o seu cheiro, sua expressão corporal. Um gesto mais sutil pode ser o desencadeador de uma turbulência de pensamentos - até pecaminosos. Quem nunca passou por isto que atire a primeira pedra?

Então, como é melhor lidar com essas situações e como é melhor: Com ou sem química?

Comente

Assuntos relacionados: cérebro pensamentos química