Casar, nem pensar! Cuidado com as más línguas

casar nem pensar

Casar nem pensar? Cuidado para não ser enganada por falsos conselhos. Foto/© Steve Hix/Somos Images/Corbis

Muita gente diz que o casamento está fora de moda, e que é uma instituição falida. Pois é. Nosso conselho é - não escute conselhos. Eles são furados. Só você poderá provar e a experiência de casar ou não é escolha sua.

Muitos mitos negativos e que nada mais são que lendas gravitam em torno no casamento. Casar pode ser muito bom, ou muito ruim. Tudo depende dos dois envolvidos.

Se você gosta da vida que tem agora, e se quer se casar, mantenha-a exatamente como ela é, pois, problemas, obstáculos e crises virão, é normal, mas se tiver amor e bom humor, vocês passarão por ela.

Tentar mudar o outro depois do casório é outro erro crasso. Isso não existe o que existe é gostar do outro como ele é, e usar jogo de cintura, se cada ceder um pouco, fica legal para os dois.

Por exemplo, parar de achar que os erros do relacionamento anterior, ou as mágoas e mancadas serão repetidas pelo seu atual namorado. Isso só magoa, não compare e livre-se do passado o mais rápido possível.

Vamos acabar de uma vez com a máxima: "Tudo se resolve com sexo", ou "as diferenças se resolvem na cama". Não tem nada mais machista e mentiroso. Os problemas de um casal se resolvem com conversa das boas. Sexo pós-briga pode ser bom, mas só se estiver tudo bem entre vocês.

Outra verdade importante: não precisa ser igual a todo mundo para dar certo. Se você não quer casar, ou se não quer ter filhos, ou quer viver em casas separadas, sem problemas. Dá para ser feliz do seu jeito, o legal é que vocês dois, o casal, se entenda. Derrube esse tipo tabu ultrapassado.

E para fechar nosso consultório amoroso de hoje: aprenda a ser você, cultive sua vida individual, isto é, suas amigas, seu tempo sozinha, seu passeio no shopping, suas coisas, enquanto ele tem as dele.

Seja "vocês". As atividades e coisas que envolvem vocês dois devem o mesmo espaço. Quem vive experiências próprias tem muito mais para conversar e aquecer a relação, e, sobretudo mantê-la divertida e sexy.


Por Giseli Miliozi

Comente

Assuntos relacionados: relacionamento amor