Casamento: o que está em alta e o que está em baixa?

As tendências em casamento nos dias de hoje
casamento

foto reprodução: Pinterest

Por mais que seja uma das celebrações mais especiais na vida de uma mulher e, antes de qualquer coisa, ela tem o direito de realizar sua cerimônia como bem sonha, o casamento sugere um conjunto de padrões e condutas nas quais algumas já estão mais que ultrapassadas, e claro, porque têm fundamento.

Vale despender uns minutinhos para refletir e repensar o que compensa abrir mão ou investir no seu casamento, afinal, os convidados também precisam se sentir bem e dessa forma desfrutar da que pode ser a melhor festa de casamento em que já estiveram presentes. O momento tem que ser feliz para todos, especialmente para os noivos!

casamento

foto: Mary Guido

Em alta: noivos ‘conectados’

Uma coisa super bacana em tempos digitais é que os noivos aproveitem as redes sociais para compartilhar notícias do casório e inclusive criar um blog. Nele é possível explorar os detalhes do casamento, assim os convidados se sentem envolvidos com a preparação. Nele também dá para deixar alguns avisos, como local e data da cerimônia – e como chegar, lista de presentes e mais algumas dicas para deixar todo mundo curioso, como por exemplo se a festa terá um tema, se eles podem aguardar por alguma surpresa, tudo em clima de mistério para não perder o ar de novidade e deixar os convidados ansiosos.

Em baixa: excessos de qualquer natureza

Imagine o seguinte cenário: noiva com um véu enorme se arrastando pelo chão + luvas + vestido pesado cheio de pedrarias + penteado exagerado + maquiagem carregada + noivo de terno branco... não dá, né? Por mais que cada um tenha seu gosto e estilo, é bom acompanhar o mundo contemporâneo e deixar os anos 80 para trás. Casamento não necessariamente precisa ser um espetáculo. Isso também pode ser avaliado na decoração da festa, nos arranjos da igreja, na escolha das músicas, no convite, etc.

casamento

foto: Wedding Chicks

Em alta: festas intimistas

Convidar centenas de pessoas é coisa do passado. Dar festas em palácios também. Tendo em vista a economia atual, os casamentos intimistas provam que menos é mais. Também conhecidos como mini weddings, quanto mais íntimo e personalizado, mais atrativo! Com poucos convidados e que ajudam a participar da organização do casamento.

Isso não significa menos esplendor na festa, muito menos que a noiva pode perder o encanto. Festa na praia, no campo ou num lugar próximo à natureza dão ainda mais brilho à cerimônia. E a decoração pode ser pensada de acordo com esse cenário, exclusiva e tão encantadora quanto um casamento cheio de pompa!

Em baixa: momentos maçantes

Atraso da noiva, fotos com padrinhos no altar, noivos passando de mesa em mesa, passar a gravata, fazer os convidados esperarem muito para o jantar e quando finalmente a hora chega precisa passar por filas... que tal evitar momentos maçantes e constrangedores? 

Além de beneficiar os convidados, também beneficia os noivos, que não precisam cumprir todas aquelas condutas de etiqueta que acabam deixando ambos esgotados e sem tempo para curtir a festa. Cumprimente os convidados mais velhos e depois faça da pista dança o local de encontro com os outros presentes da festa!

casamento

foto: Ruffled Blog

Em alta: surpresas criativas

No lugar de bolos de vinte andares, um bolo personalizado, original e com sabor que agrade a todos os convidados. No lugar da valsa, uma coreografia divertida dos noivos. E assim por diante. 

Pequenas surpresas ao longo do casamento chamam a atenção dos convidados e acaba ficando na memória. Que tal abrir mão da limusine e sair da igreja de bicicleta, por exemplo?

A surpresa pode estar também no cardápio. No buffet podem ser oferecidos pratos alternativos como sushi e pratos sem-glúten ou vegetarianos/veganos, por exemplo. Para festas de poucos convidados, fica sendo oportuno saber o gosto e paladar deles. 

Criatividade nas lembrancinhas também, por favor. Já passou o tempo das lembrancinhas de encher gaveta, como aqueles bibelôs de gesso e cristal. Em alta mesmo estão as lembrancinhas úteis, como um par de Havaianas para os convidados se jogarem na pista de dança, uma lembrancinha comestível como bem casados, geleias, ou doces no potinho; leques, suculentas ou outro mimo que terá utilidade ou será memorável. 

E por aí vai. Um recadinho pendurado nos carros, lanchinhos da madrugada, uma apresentação divertida na hora da festa, enfim, a ideia é surpreender os convidados.


Em baixa: roteiro repetitivo

Adereços de pista defasados, slides com fotos do casal, depoimentos de convidados... a mesmice vai na contramão da criatividade. Não é porque todo casamento tem que o seu também precisa ter. Na verdade o casamento precisa ter um sentido, mas um sentido pra você. É importante que essa data especial tenha a ver com o estilo dos noivos e com a história de vocês. Pense nisso!

Por Jessica Moraes

Comente

Assuntos relacionados: tendências casamento