Casados e em casas separadas

Casados e em casas separadas

Foto: Getty Images

Foi-se o tempo em que a receita de casamento antiga - aquela quadradinha, de morar juntos e dividir tudo e conviver com diferenças sempre embaixo de um mesmo teto - satisfazia as pessoas. Hoje em dia, é possível ter sua individualidade e mesmo assim viver um grande amor.

Um sábio ditado popular diz assim: "O que é combinado não sai caro". Podemos dizer que essa máxima, é uma grande verdade dentro de um relacionamento, seja ele, de namoro ou casamento.

Muitos casais preferem viver em casas separadas, e assim, buscam manter a chama do amor acesa e sua liberdade de se permitir estar sozinho, intacta. Isso não diminui a confiança, o amor, e o desejo. Pelo contrário, pode aumentar ainda mais a vontade de estar junto.

Esse tipo de combinação pode ser legal para quem tem atração por pessoas de gênio forte, pois, muitas vezes, estar junto, passear e transar é sensacional, mas conviver pode ser um sacrifício. Cada um tem seu jeito de arrumar a cama, a casa e de viver. Fugir do convencional e dar um tempo de morar juntos pode ser a receita que alguns casais encontram para dar um up na relação, quando está acontecendo um desgaste.

Recentemente citamos aqui no Vila Mulher uma dica de leitura muito oportuna para o nosso assunto, o livro "Sexo no cativeiro", a psicanalista Esther Perrel conta algumas experiência de pacientes seus, e em alguns trechos da obra, uma das manobras para salvar o relacionamento foi exatamente essa.


Ser feliz nem sempre é ortodoxo, ou deixará sua família feliz. Quem tem que estar feliz é você Vilamiga. Converse, faça um balanço e se realize. Receita certa é a que dá certo, como a de bolo.

Por Giseli Miliozi

Comente

Assuntos relacionados: relacionamento sexo amor sexo no cativeiro