Cantadas lamentáveis

Cantadas lamentáveis

Fernanda Cardoso. Foto: divulgação

No maravilhoso universo da paquera, há um detalhe que pode transformar um gato num rato em segundos. Uma chegada mais infame, sem criatividade ou até mal gosto transforma a boa intenção em chance zero. Cantada mal elaborada, ninguém merece. Nem gente famosa.

A atriz Natália Soutto se lembra de uma das piores cantadas que recebeu, quando caminhava na praia. Um homem veio perguntar se ela tinha se machucado. A desculpa do cara: "você só pode ser um anjo caído do céu". A cantada não pegou e ela caiu na gargalhada. O sujeito saiu de fininho, todo sem graça.

E quando o homem perde a compostura, a coisa fica ainda mais feia. Lucilene Caetano, apresentadora de tevê e Musa do Brasileirão, lembra de um senhor de idade que se aproximou dela na academia e disse: "Você já viu um homem rico ficar duro em poucos minutos?" A falta de educação do cidadão chocou a moça. "Fiquei tão sem graça que acabei deixando o aparelho lá e saí correndo. Até hoje não acredito ter ouvido aquela cantada de um senhorzinho".

Com tanta cantada circulando na rede, tanto livro e site sobre o tema, ainda assim os homens pecam na criatividade. Pelo menos é isso que a atriz Luciana Bessa acha. Faltam cantadas novas, segundo ela. Mesmo assim, quando estava na banda Carrapicho e morou em Manaus, recebeu recorde de cantadas. Uma foi "especial". "Depois de um show, estava saindo para ir para a van e escutei: Nunca vi índia loira, mas essa eu pegava".

A ex-BBB Fernanda Cardoso mudou de vida depois da passagem pelo reality. Mas as cantadas infames são mais antigas que a fama. No trânsito, a loira vice-campeã do programa da Rede Globo já estava atrasada quando um carro a parou e, de dentro dele, um homem sério perguntou se ela podia lhe ensinar um caminho. Ela foi educada e disse: Claro, para onde? O homem então respondeu: "Para o seu coração". Ai, ninguém merece. Junto dessa cantada, outras antigas entram na lista das piores, como: "Nossa, não sabia que boneca andava!", "Oi, o cachorrinho tem telefone?", "A gente já não se encontrou em algum lugar antes?" e "Você acredita em amor à primeira vista, ou devo entrar novamente?"

[galeria]


Para defender o lado masculino, o humorista Diogo Portugal contou ao Vila Dois qual a pior cantada já ‘criou’. Isso mesmo. Quando a H1N1 estava ainda mais em alta, ele chegou para uma menina e disse: "Você é o álcool gel da minha gripe suína!". Alguém aí pediu mais criatividade?

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente