Brothers para todos os gostos

Brothers para todos os gostos

Foto/Divulgação Tv Globo

Você pode até não gostar do Big Brother Brasil, mas duvido que na sua memória não esteja

guardado o nome ou o jeito de algum participante que lhe despertou interesse ou que tenha sido muito comentado pelo seu círculo de amigos.

Ao longo das 11 edições do reality show, alguns rapazes deixaram suas marcas. E, acredite, alguns deles se tornaram referência de bom moço ou bad boy. Relembre alguns deles:

Thyrso - o ciumento: o cozinheiro que marcou presença no BBB2 arrancou suspiros - e raiva - de muitas mulheres. Ele se envolveu dentro da casa com a loira Manuela. Seu grude incessante e seu jeito manhoso dividiram opiniões. Quem não se lembra do apelidinho "Momô"?

Dhomini - o grude 1: inesquecível pela frase "Para, Dhomini!", o rapaz ficou no pé de Sabrina Sato no BBB3 durante dias, até que finalmente conseguiu o tão sonhado beijo. Há quem tenha boas lembranças do rapaz, mas algumas mulheres fazem careta quando ouvem o nome do ex-brother. "Gente, ele era muito chato. Jamais aguentaria alguém assim do meu lado", comenta a professora Vânia Almeida, de 40 anos.

Diego Alemão - o galinha: o BBB7 foi marcado por uma cena inusitada, um triângulo amoroso entre Alemão, Irís (Siri) e Fani. Sem dó, o rapaz tirava uma boa casquinha das duas até se decidir pela Siri. "Eu não dou preferência para os galinhas, mas é delicioso desafio de fazer um homem desses se apaixonar", comenta a jornalista Amanda Prado, de 28 anos. E tem mais: será que existem por aí outras mulheres solidárias a ponto de dividirem seu homem?

Eliéser - o grude 2: na edição do BBB10, o paranaense foi às lágrimas para conseguir derreter o coração de Cacau. Beijos ardentes e muitos chamegos marcaram a relação dos dois. Mas quando a moça resolvia dar atenção às outras pessoas do confinamento, Eliéser fazia bico e só com uma boa conversa a relação voltava às boas.

[galeria]

Kadu - o carinhoso. Quem não se lembra do ganhador do terceiro lugar do BBB10? O grandão dos lábios carnudos mostrou que os homens cheios de músculos podem sim ser bem sensíveis. Ele ajudava na cozinha, limpava a casa e ainda emprestava seu ombro para quem quisesse um colinho. Eu quero!

Marcelo Dourado - o bad boy: há quem goste de um homem com jeito e cara de mau. Na primeira vez em que o lutador participou do reality, no BBB4, ele já era um dos mais cobiçados pelas espectadoras. E quando entrou na casa pela segunda vez, no BBB10, ratificou sua popularidade e saiu da casa com o bolso cheio da grana. "Ele é o meu preferido. Fala o que quer, na hora que quer. Decidido, cheio de atitude. Claro que descarto o machismo e o preconceito, mas fico com todo o resto", afirma a jornalista Amanda Prado. Já a fisioterapia Paula Gomes, de 25 anos, não se deixa levar pelo jeitão de Dourado. "Odeio esse cara. Ele é porco!", critica.

Rodrigão: o garganteiro - antes mesmo de entrar no reality, no BBB11, o modelo disse que nunca havia tido dificuldade para "pegar" mulher. Mas até agora, o moço ficou no zero a zero. Ele disse para um dos colegas de confinamento que deixou alguém no lado de fora da casa e, por isso, não pretende ficar com ninguém... ok.


Esses são apenas alguns rapazes que fizeram história na casa mais vigiada do país. Mas eles não estão apenas no outro lado da tela. Você ou uma amiga já deve ter conhecido e até mesmo se relacionado com homens que se encaixam em um desses perfis. Não é mesmo?

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente