Bazar das divorciadas

Bazar das divorciadas

Foto/Reprodução Facebook The Divorcée Sale

O divórcio nem sempre é uma etapa fácil. Mesmo com a oficialização da separação, o maior desafio é conseguir esquecer tudo que vivenciou ao lado do companheiro, principalmente porque a relação acaba e ficam muitos objetos, móveis, roupas e acessórios que remetem a lembranças de situações com o ex. É nesse momento que surge a dúvida em relação ao que fazer com o que sobrou.

Para apagar definitivamente da memória as recordações, algumas mulheres ricas divorciadas criaram uma nova forma de se livrar de tudo: optaram em vender os pertences. Nos Estados Unidos, a empresa "The Divorcée Sale" auxilia essas recém-divorciadas a montar bazares para vender bolsas, vestidos, sapatos e diversos outros objetos de marcas famosas pela metade do preço. Além de gerar uma renda a mais para a divorciada, 25% das vendas vão para uma fundação de câncer contra a mulher.

No Brasil, a mania das ricas americanas ainda não chegou, porém no reality show "Mulheres Ricas", exibido na Band, acompanhamos um pouco sobre as táticas que as ricas brasileiras usam para amenizar qualquer tipo de solidão ou momento ruim. Elas vão às compras!

A arquiteta Brunete Fraccaroli, uma das participantes do programa, afirma: "Vender os pertences em um bazar não é muito chique, acho às vezes que é necessário renovar, até teria coragem de vender sim, se houvesse público, mas prefiro doar tudo", comenta.


A socialite brasileira que tem seus trabalhos de design espalhados por diversos países e já decorou a casa de muitos famosos, afirma nunca ter presenciado um bazar das divorciadas no país e que seria uma boa idéia para quem pretende recomeçar uma vida nova. "Adoraria que esta mania chegasse ao Brasil, ainda não vi nenhuma brasileira fazendo isso."

Por Stefane Braga (MBPress)

Comente