Balzaquianas que namoram meninos de 20 anos

Elas têm 30 eles 20

Casais de idades diferentes sempre existiram, porém, era muito mais comum encontrar homens mais velhos com parceiras mais novas. Hoje em dia o cenário mudou e muito! Cada vez mais mulheres de 30 e poucos procuram meninos de 20 e poucos para se relacionar. O motivo? É o que vamos descobrir agora!

Será que os novinhos têm algum segredo para conquistar as mulheres mais experientes? Conversamos com a psicóloga e escritora Olga Tessari, e com duas mulheres que estão nesta mesma situação pra contar pra você os atrativos, as dificuldades e as preferências que circulam essas relações.

"Antigamente, havia uma norma social de que as mulheres sempre deveriam namorar homens mais velhos do que elas, pressupondo que eles tivessem uma situação financeira mais estável e também que fossem mais altos do que elas (em centímetros)", conta a psicóloga. E continua: "Hoje em dia o preconceito de namorar um homem mais jovem diminuiu muito e as mulheres mais velhas já não se sentem mais tão constrangidas, embaraçadas ou envergonhadas por namorarem homens mais novos do que elas".

Mas mesmo assim, de acordo com Olga, pessoas de mais idade ainda têm preconceito e não veem com bons olhos esse tipo de relação: "Acreditam piamente que os rapazes estão apenas atrás de explorar e de se aproveitar das mulheres mais velhas".

Iara Pereira, 35 anos é casada com um homem de 27. Os dois estão juntos há quase quatro anos e são sócios da mesma empresa. "Eu fui casada anteriormente com um cara da mesma faixa etária que eu e me divorcie em 2006. Depois que me separei, passei a me relacionar apenas com caras mais jovens, até que comecei a namorar o Rafael, meu marido, e depois de um ano ele veio morar comigo", conta Iara. E revela os atrativos que mais lhe interessa nos mais jovens: "A energia da juventude, a descontração, a motivação da idade para construir algo e conhecer o mundo, uma certa inexperiência e ingenuidade, e o físico com tudo em cima também, é claro!"

Já Vanessa Versiani nunca namorou caras mais velhos: "Eles não me atraem mesmo", afirma. E sobre a pressão familiar e o preconceito ela se posiciona: "Minha família já se acostumou com meus hábitos e até hoje corri dessa coisa de ser apresentada pra família do namorado, evito mesmo. E não me preocupo com o que a sociedade pensa sobre isso. Não dá pra viver em função dos outros, ou a gente nunca vai ser feliz. É como aquela fábula do velho, o menino e o burro".

E parece que as meninas não estão tão erradas assim. De acordo com a escritora, homens mais velhos, em sua maioria, querem mais diversão e menos compromisso: "Provavelmente a vitalidade, a alegria, a entrega, o envolvimento, a cumplicidade e o carinho não serão demonstrados pelos homens mais velhos com tanta naturalidade, até por já terem se envolvido ou sofrido por conta de um relacionamento anterior que não deu certo".


De qualquer forma, não se importando com os olhares alheios, essas mulheres não têm nada o que perder. Estão firmes e fortes, apenas correndo atrás do que lhes apetece. Se seus objetivos e corações se encontram em um parceiro mais novo, que sejam felizes e saibam aproveitar! Quem sabe daqui a um tempo esses casais possam andar de mãos dadas sem preconceitos, né?

Por Alessandra Vespa (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: relacionamento namoro olga tessari amor