Amor pode ser a cura para o estresse, diz pesquisa

Pesquisa concluiu que o amor deixa o cérebro mais calmo
estresse-amor

Foto - Shutterstock

Uma pesquisa da Universidade de Exeter, na Inglaterra, estudou o cérebro de 42 pessoas e chegou a uma conclusão: o amor pode amenizar e até evitar que o estresse aconteça.

Na pesquisa, as pessoas foram divididas em 2 grupos;  um deles teve contato com imagens de carinho e afeto, e o outro, além dessas imagens, viu também fotos de pessoas raivosas e brigando. 

Quem teve contato com as duas imagens não foi impactado pelas imagens raivosas, não aderiu a esse sentimento. Já quem não viu as imagens de carinho, entrou em estado de alerta e estresse. 

A pesquisa concluiu que o amor e o carinho são capazes de reduzir a sensação causada por pequenas ameaças negativas, como o estresse.


Por Helena Dias

Comente

Assuntos relacionados: namoro orgasmo amor e sexo amor