Alianças: tendências

Alianças tendências

Aliança da personagem Bella, do filme Crepúsculo. Foto: divulgação

Já faz algum tempo que as alianças fininhas e lisas caíram em desuso. A preferência agora é por modelos mais largos e anatômicos, um pouco mais arredondados por dentro para garantir conforto.

Personalizar a aliança é a moda. Para quem não curte arriscar muito, vale o clássico diamante na aliança da noiva. Mas no que muita gente vem apostando mesmo é na mistura de acabamentos, por exemplo, usar metal polido e fosco. As gravações deixaram de ser só internas com o nome dos pombinhos e agora são externas formando desenhos para personalizar as joias.

A tendência da individualização fica cada vez mais forte na Europa. Uma das principais feiras internacionais do setor joalheiro, a alemã Inhorgenta, mostra a cada edição modelos mais diferentes como as alianças bicolores, que unem principalmente ouro branco e rosa. Além disso, os anéis estão ficando menos formais e mais extravagantes.

As escolhas das celebridades e o que aparece em filmes e novelas influenciam muito o gosto dos casais. O anel de noivado de Kate Middleton, por exemplo, virou sensação, mas agora casada ela ganhou uma aliança bem clássica. Claro que, para uma princesa, nada mais justo do que uma joia confeccionada em ouro raro. O metal foi extraído da mina de Clogau Saint David, no País de Gales, de onde vem o ouro para a fabricação de todos as alianças reais desde os anos 20. A joalheria Wartski, que fez o anel de casamento para o príncipe Charles quando ele se casou pela segunda vez, em 2005, com Camila Parker-Bowles, foi encarregada da aliança que William deu a Kate. Seguindo a tradição do príncipe consorte Philip, seu avô, William não usará aliança.


Para quem prefere inspirar no mundo do cinema, o modelo mais copiado do momento é anel de casamento dado pelo vampiro Edward (Robert Pattinson) para Bella (Kristen Stewart) no filme 'Amanhecer', último capítulo da saga vampiresca 'Crepúsculo'. Dá para ver o modelo na foto acima. E ai, você usaria?

Por Larissa Alvarez

Comente