Aliança de compromisso

Aliança de compromisso

Foto: divulgação/ Botique Sofisticada

Se o namoro é sério, mas ainda não almeja o altar, não vale colocar aliança de noivado no dedo, certo? Mas, se há aquela vontade de mostrar pra todo mundo que o coração tem dono, opção boa são as alianças (ou anel) de compromisso. Joia mais simples, normalmente de prata ou ouro branco, ela mostra que há sim uma relação importante em questão.

A hora de usar depende muito do estágio da relação. O tempo ‘cronológico’ vale, mas há que se levar em conta um tempo subjetivo, relativo ao afeto, afinidades e intimidade. "Existem casais que estão juntos há pouco tempo e vivem uma relação profunda e há os que estão juntos há bastante tempo e a relação é frágil e sem significado", lembra a psicóloga e psicoterapeuta transpessoal Àrleté Silva. Por isso mesmo, ela acha que o estágio da relação em que a aliança de compromisso é válida está relacionado ao momento em que o casal se sente pronto para assumir um ao outro perante a sociedade, independente o tempo em que estão juntos.

Mas é bom lembrar que ganhar uma não significa um passo mais perto do altar. "É importante não gerar expectativas. O noivado é resultado natural da caminhada de um casal, independente de estarem ou não usando aliança de compromisso", aponta a psicóloga. O anel, usado normalmente no anular direito, no mínimo representa uma relação de peso, um carinho especial. E, no caso do romance evoluir, o ideal é trocar a aliança prateada por uma dourada.

Se você já namora há bastante tempo e, tudo que conseguiu foi um anel de compromisso, pode ser que os planos do seu amor não seja mesmo o altar. Se você quer mesmo casar, vale partir para uma conversa. Se ainda também não sonha com o grande dia, pelo menos já sabe que não precisa chamar esse homem de seu para que todos saibam que ele é comprometido.

Há quem não dê a mínima para o anel no dedo direito. "Já moro com meu namorado e nunca precisamos de aliança pra provar nada. Fui noiva outra vez, andava com um super anel no dedo, e a relação acabou mesmo assim. Não acho que signifique nada", afirma Cristina Borges. Diferente dela, Luciana Corazzo fez questão de colocar uma aliança de compromisso logo depois de um mês de namoro. "Eu queria e meu namorado também. Usar é um super sinal de que a relação é mesmo séria", acredita.

Muitos casais precisam da aliança por segurança ou para reafirmar o compromisso - até porque para viver de maneira saudável é preciso se sentir seguro. "A aliança é um símbolo e todo símbolo naturalmente tem sua força e poder. Mas, quando precisamos recorrer a recursos externos para nos sentirmos bem, com confiança, algo não vai bem", alerta Àrleté. "A aliança de compromisso não significa status, segurança ou garantia de casamento. Se o casal não experimenta uma relação de união, o anel por si só não irá produzir este estado".


O legal é ganhar a tal aliança, claro. Mas os tempos modernos já permitem que a mulher tome essa iniciativa. "O fundamental é encontrar-se na relação e descobrir seu lugar nela", indica Àrleté. Se resolver dar, se certifique de que o namorado vai usar um anel sem problemas - já que muitos homens não gostam. Para testar, fale de um casal que usa e pergunte a opinião. Dependendo da reação, você pode ir direto comprar a de vocês!

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente