A insegurança que sentimos antes do casamento

insegurança antes de casar

A incerteza antes de casar é algo mais comum do que se pensa. Foto/© Klaus Tiedge/Blend ImagesCorbis

Será que isso é possível? Claro que é. Ninguém passa por essa experiência de forma tranquila, pelo menos, não totalmente. O casamento é uma transição importante em nossa vida, assim, como a adolescência e a maturidade. E como tal, nos faz repensar as nossas atitudes, objetivos, e aí é que bate uma insegurança. Será que estou fazendo a coisa certa?

Há muitas emoções envolvidas, ansiedade e quando tudo parece estar bem, chegam as boas e velhas reflexões. A melhor coisa é não se indispor com elas, aceite isso, e analise tudo, aproveite.

Lembre-se dos motivos pelos quais você está onde está. O amor e os motivos irão te responder naturalmente. Você saberá. O primeiro motivo para o casamento tem que ser o amor, mesmo que seja inseguro, mesmo que dê um certo medo, vai com medo mesmo.

A insegurança normalmente nasce das questões práticas do casamento e vai se alastrando para o resto do relacionamento. A gente se sente pressionada a ser perfeita e quando percebe já está se cobrando para ser assim. Apenas pare com isso. Nada será perfeito e nem tudo está sob controle. Se é que há algo está.

Permita-se esta insegurança, ela é direito seu. Permita-se amar mesmo assim, permita-se ter aquela vontade de jogar tudo para o alto, mas escolher continuar e insistir. E uma última coisa: não dê ouvidos a quem só fala mal de casamento, experimente, e faça o seu muito gostoso e cheio de alegria.

Seja feliz.


Por Giseli Milliozi

Comente