3 conclusões sobre longos relacionamentos

Quem tudo quer nada tem

A vida é feita de escolhas, pois não dá para ter tudo. Foto/© Ada Summer Corbis

Diz um ditado popular - "conquistar uma mulher por dia é fácil, complicado mesmo é conquistar a mesma todos os dias". Querem saber? Isso é a mais pura verdade. É a realidade. A vida é feita de escolhas e essas decisões envolvem sexo e relacionamentos.

Talvez você ainda não tenha vivido essa situação de estar com alguém por muitos anos, mais de dez, por exemplo, então pode ser que você não entenda bem disso, sem problemas. Vamos adiantar algumas verdades e escolhas que precisam ser feitas, ou que são feitas naturalmente quando se ama alguém num relacionamento longo.

O que aprendemos? Não dá para se ter tudo, você escolhe, e descobrimos o seguinte:

- Com o passar do tempo entendemos a importância da convivência e queremos investir num relacionamento mais sólido e duradouro. Digamos que, a variedade de parceiros e a falta de envolvimento começam a se transformar em vazio. O que antes era bom perde um pouco a graça.

- Chega o momento de dividir outras coisas além das baladas e do prazer, e pode ser muito gostoso e divertido. Inclusive no sexo. Estar com alguém por um longo tempo vai testar o amor e o tesão. É um desafio que todo mundo deveria experimentar.

- Muita gente adora sair por aí e encher a boca para falar que não quer compromisso e que tem pavor de ter alguém para quem dar satisfação. Porém, depois que as luzes da balada e as risadas terminam, todos procuram um ninho e se perguntam - o que sobrou de tudo isso?

Não queremos dizer com todas as essas afirmações que estar sozinha e com liberdade é ruim, nada disso. Muito pelo contrário, nossa intenção é adiantar todo um caminho, muitas vezes, árduo de ser trilhado. Basta parar numa roda de mulheres e constatar as principais fontes de aflição e ansiedade diante do amor.

E você, o que prefere?

leia também


Por Giseli Miliozi

Comente

Assuntos relacionados: relacionamento longo ansiedade