10 curiosidades sobre divórcios

Quando você terminar de ler esse texto, 4 pessoas já terão se divorciado.
brad angelina divórcio

Desde que o anúncio de seu divórcio, Angelina Jolie tem mantido silêncio completo sobre o assunto. Foto: Reprodução/Getty Images

Neste ano, alguns casais famosos mostraram que são gente como a gente e decidiram terminar o casamento. Angelina e Brad, Fátima e William são casais famosos que estão se divorciando e estão aí para mostrar para todos que não existem contos de fadas e que ás vezes o amor pode acabar.


E por quê não? Devemos sempre ter em mente de que nada precisa ser definitivo por obrigação. Claro, que quando nos casamos imaginamos passar uma vida inteira ao lado daquela pessoa, mas se isso não dá certo não devemos viver incompletos presos à promessa de um amor que, por algum motivo, não é mais o mesmo. O objetivo é ser feliz!

Para mostrar algumas curiosidades sobre o temido divórcio, a Central Notarial de Serviços Eletrônicos Compartilhados (Censec), banco de dados administrado pelo Colégio Notarial do Brasil, levantou alguns dados que mostram a realidade do brasileiro que se divorcia. Confira

1. Mulheres no comando: elas foram responsáveis por aproximadamente 70% dos pedidos de divórcios não consensuais em 2014, data do último levantamento do IBGE.

2. Divórcios por minuto:1 brasileiro se divorcia por minuto no Brasil. Quando você terminar de ler esse texto 4 pessoas terão se divorciado.

3. Filho único: a maior incidência de divórcios se dá entre casais que possuem apenas 1 filho (86.648), ou seja, 32% dos casais. Dica: as chances de o casamento dar certo aumentam proporcionalmente ao número de filhos. Apenas 3% dos casais com mais 4 herdeiros se divorciam.

4. Mês do desgosto: agosto é a época do ano com mais divórcios extrajudiciais (realizados diretamente nos cartórios de notas). Se comparado com janeiro, período do ano com menos atos realizados, o índice é 34% maior.

5. Época de atenção:os divórcios extrajudiciais sempre aumentam no segundo semestre do ano. Em média, a chance de uma pessoa se divorciar na segunda metade do ano é 16% maior.

Fátima William divórcio

Fátima e William já estavam há dois anos dormindo em quartos separados. A viagem dos filhos para um intercâmbio no exterior, também motivou o casal a anunciar o fim da relação.

6. Fim amigável: o número de pessoas que preferem se divorciar amigavelmente é 93% maior do que o número de pessoas que preferem o litígio. Em 2014 foram 175.675 divórcios consensuais realizados, ante 91.082 não consensuais.

7. Estado campeão: São Paulo (131.214) é o estado com mais divórcios extrajudiciais, responsável por aproximadamente 1/3 de todos os atos dessa natureza lavrados no Brasil. Para se ter uma ideia, o número é 44.229% maior do que no Amapá, entidade federativa com o menor número de divórcios (296) e mais do que o dobro (104%) do que Mina Gerais, estado que ocupa a segunda posição desse ranking.

8. Casa, divorcia: a proporção de casamentos para divórcios é de 4 para 1. Em 2014, a cada 4 brasileiros que se casavam, um estava se divorciando.

9. Meu e seu: o regime de bens mais utilizado pelos casais é a comunhão parcial. Em 2014 foram realizados 236.225 divórcios com esta natureza.

10. Maturidade: a idade em que o homem mais se divorcia é entre 35 a 39 anos, correspondente a 15% do total de divórcios. Já entre a mulheres, a faixa etária com maior incidência de divórcios é entre 30 e 34 anos, 18%.

É, parece que o divórcio está cada vez mais presente na realidade dos brasileiros. Para saber mais sobre divórcio, confira quais os direitos de cada um ao se divorciar.

Por Thamirys Teixeira

Comente