Tudo para a Festa Junina em família

Tudo para a Festa Junina em família

No Brasil, as festas para os santos no mês de junho já se tornaram tradição. E quem não gosta das comidas típicas das festas juninas, de se fantasiar de caipira e curtir o clima familiar dessas festividades? Então que tal juntar familiares e vizinhos e realizar sua própria festa junina? As crianças com certeza vão adorar. Saiba como.

O primeiro passo é entrar em contato com os membros dos grupos para ver quem tem interesse em participar. Com os adeptos definidos, é hora de planejar a festa, para que nada saia errado. Dividir as tarefas é uma ótima maneira de integrar os participantes e facilitar a realização do evento, que pode dar trabalho.

Alguns itens são essenciais para uma festa junina completa: decoração, comidas e bebidas, e, se o grupo for animado, uma quadrilha com todos à caráter, vestidos de caipira, que tal?

Definindo a data: são três os santos ligados a cultura nordestina e que tem seus dias celebrados em junho - Santo Antônio (dia 13), o casamenteiro; São João (dia 24), que é o santo festeiro; e São Pedro (dia 29), protetor dos pescadores. Escolher um dia próximo é uma ótima forma de começar o planejamento da festa.

Os trajes: festa junina que se preze tem que ter as mulheres de vestido estampado, maquiagem caipira e trancinhas no cabelo; e os homens com a calça remendada, camisa xadrez e chapéu de palha. Já ao combinar o evento com os amigos, sugira essa possibilidade, para todos entrarem no clima da brincadeira.

Tudo para a Festa Junina em família

Foto/reprodução Blog Painel Criativo

Decoração: precisa ter o clima da roça, então as bandeirinhas e balões coloridos pendurados não podem faltar. Para fazê-los nada de elevar os custos, combine com os participantes de cada um fazer um pouco, para não sobrecarregar ninguém. Pode ser de papel ou tecido colorido e até mesmo de jornal ou revista que também fica bem legal. Nessa hora as crianças vão adorar ajudar a cortar, colar e pendurá-las.

Fogueira: com essa parte da festa deve-se ter muito cuidado. É preciso um espaço reservado e que a tarefa fique a cargo de adultos, que também deverão se responsabilizar por cuidar para que as crianças não cheguem muito perto.

Comes e bebes: Esta é a melhor parte da festa. Dividir os pratos entre os convidados de forma organizada é essencial para garantir a variedade de comidas e bebidas na festa. Faça uma lista com as comidas típicas e veja quem pode trazer o que, sempre com uma opção de doce e uma de salgado para cada família ou casal.

Você ainda pode organizar a festa estipulando o tipo de alimento pelo sexo. Exemplo: homens levam pratos salgados, mulheres os doces ou o inverso. Quanto às bebidas "quentes", você pode sugerir que cada pessoa traga o que for consumir na festa. Segue abaixo uma lista do que não deve faltar à mesa na sua festa junina:

Tudo para a Festa Junina em família

Canjica. Foto/Reprodução Cyber Cook

Pratos doces: Canjica, Pé de Moleque, Maria Mole, Arroz Doce, Doce de batata doce, Quindim, Pipoca doce, Pamonha, Curau de milho, Paçoca, Cocada, Bolo de fubá ou bolo de fubá cremoso;

Pratos salgados: Cachorro quente, Cuscuz, Caldo Verde, Pipoca salgada, Espetinho de churrasco, Pinhão e Milho Verde;

Tudo para a Festa Junina em família

Quentão. Foto/Reprodução Cyber Cook

Bebidas Típicas: Quentão e Vinho quente;

Quadrilha: se todos toparem, que tal organizar uma tradicional quadrilha, com dança de roda e as brincadeiras, como o casamento caipira. Separes os casais em pares, elegendo os que representarão os noivos e o padre e "simbora" curtir a festança. Se tiver bastante criança, pode ser uma boa organizar duas quadrilhas, uma com os pequeninos e outra com os marmanjos. Caso não se lembre dos detalhes da quadrilha, as crianças são ótimas colaboradoras, já que ainda vivem esse clima junino nas escolas todos os anos.


Música: enquanto não acontece a quadrilha, as tradicionais canções caipiras não podem faltar, para que todos entrem no clima. Algumas sugestões são "Pula a fogueira", "Cai, cai balão", "Capelinha de melão", as músicas tradicionais caipiras ou até mesmo as sertanejas mais moderninhas garantem a diversão. E se há música, pode tirar seu par e entrar no arrasta pé!

Por Carmem Sanches

Comente