Namorado novo: quando apresentar aos filhos?

Namorado novo o dilema ao apresentar para os filho

Foto photostock/http://bit.ly/gdAJw0

Qual a hora certa para apresentar meu namorado novo aos filhos? Essa é uma pergunta que toda mulher separada faz ao tentar recomeçar a vida amorosa. Desde o medo de confundir a criança até a falta de segurança de que o novo pretendente é o certo, são sentimentos muitos comuns nas mães.

A administradora *Valéria enfrentou algumas situações complicadas com a filha Mariana, de 11 anos, porque a menina acreditava que ela voltaria com o pai. Ao saber do novo namorado da mãe, a menina mandou mensagem para o celular dele, dizendo que ele estava com a mulher errada, que ela não era o que ele pensava.

"Quando meu namorado deu a mensagem para eu ler e vi o número, quase surtei. Ele me pediu para não brigar, para explicar que isso não era certo, mas não deu muito certo, quando cheguei em casa briguei com ela. Depois da raiva, quando perguntei porque tinha feito aquilo, a resposta acabou comigo, ela disse -‘mãe eu tenho medo de você gostar mais dele do que de mim’", relembra.

A situação melhorou quando a menina conheceu os filhos do namorado da administradora, porque percebeu que ele não era um homem sozinho, que poderia lhe roubar a mãe, mas era alguém que queria agregar uma família, que queria os dele juntos com ela. Hoje as crianças se tornaram amigas e a menina até pede para estar com a família dele.

A jornalista *Lúcia ainda está temerosa. Ela namora há oito meses, mas apresentou o pretendente para a filha de 4 anos só como amigo, para que tenham algum contato e peguem afinidade. "Ela tem ciúme, fica brava, então procuramos incluir ela em nossas coisas, ele brinca bastante com ela, acho que aos poucos vai se acostumar, sem choques", observa.

Segundo os especialistas, um pouco de estranheza no início é natural, mas passado o primeiro momento, os filhos acabam lidando bem com a situação, melhor até do que os pais imaginam. O que os pais não devem fazer é gerar expectativas demais na criança com relação ao primeiro encontro ou forçar uma aproximação.


O ciúme é algo natural e a criança tem todo direito de tê-lo do pai ou da mãe. Justamente por isso, o ideal é só apresentar o namorado se já tiver certeza da intenção de manter a relação, usando o bom senso.

No caso de uma separação conturbada, o melhor a fazer é deixar claro que a relação com o pai já não fazia mais a mãe feliz e que não tem volta. Se a nova relação começou, mas a outra ainda não está totalmente resolvida, melhor deixar as crianças de fora da confusão.

Por Carmem Sanches

Comente

Assuntos relacionados: mulher mãe filhos namorado separação amor