Mãe solteira: filho afasta namorado?

Mulher com filhos

Raphye Alexius/Corbis

Mães solteiras têm o direito de recomeçar a vida, não é verdade? Mas pasmem: em pleno século 21 há homens que não aceitam os filhos das namoradas. Seja lá o motivo, o certo é que elas se sentem rejeitadas e com a sensação de solidão eterna.

No Blog ‘Depois dos 25’, Flávia Mariano recebeu a história de uma jovem que depois da separação conheceu outra pessoa. O relacionamento durou um tempo até ela contar que tinha duas filhas. Depois do anúncio, ela revela que o cara simplesmente sumiu.

Para muita gente, preconceito é a palavra que define a situação. Há quem defenda que uma mulher que enfrentou um divórcio e cuida do filho sozinha está mais focada em criar a criança e apoiá-la. Ou seja, não tem tempo para picuinhas ou infantilidades. Estas mulheres são maduras e querem um companheiro que seja tão maduro quanto.

Também sabem o que erraram no antigo relacionamento e farão de tudo para não repeti-los e manter a vida a dois mais saudável. Tanto que muitas terão mais cautela para assumir um compromisso sério, tipo casamento. Não significa que elas não querem se casar novamente, mas com certeza nada será precipitado.

A empresária Mônica Maria está nesse time. Ela sonha em ter um novo relacionamento, mas com o pé no chão. A separação de um casamento de 4 anos é recente, e ela tem uma filha de 3 anos.

"Agora, tudo é diferente. Tenho muito cuidado com a pessoa que vou colocar dentro de casa por respeito a minha filha. Hoje, prezo por isso e quero uma pessoa que entenda minha condição e também apoie minha escolha profissional", revela.

Outra clara vantagem está no fato de criar uma criança. Todo mundo sabe o quanto é difícil. E uma mulher que lida com as manhas infantis, deseja boas conversas, drinques em casa e programas mais calmos.

A maturidade alcançada depois da maternidade faz com que as mulheres se preocupem muito mais em se comunicar e desfrutar dos bons momentos do que reclamar da vida. "Hoje há inclusive bares que oferecem espaço kids e facilita bastante na hora de sair com os amigos. É ótimo", recomenda Mônica.

Palavra de homem

O veterinário Gustavo Fontana pode se dizer um especialista no assunto. Pelo menos os últimos três relacionamentos dele foram com mulheres mães. Ele conta que desde o começo dos namoros sabia da existência dos filhos e que isso nunca o impediu de namorá-las.

No entanto, Gustavo confessa que diversas brigas eram por conta dos filhos, o que o levou a terminar um dos relacionamentos. "Na época, as duas filhas dela eram adolescentes. Sempre gostei muito das meninas, mas por eu não ser o pai não podia interferir quando elas faziam algo de errado. Queria ajudar minha namorada, mas sempre acabávamos brigando. Até um ponto que não deu mais", detalha.

Para ele, namorar uma mulher com filhos não é objeção. "Todo mundo tem o direito de recomeçar e não serei menos feliz por ela já ter tido um filho", finaliza.


Por Natália Farah

Comente

Assuntos relacionados: mãe solteira filhos namorado amor e sexo amor