Salto alto na gravidez faz mal?

salto alto gravidez

foto - Shutterstock

A gravidez é um momento único e especial para as mulheres e entre as dúvidas que surgem ao longo deste período, uma delas é se o uso do salto alto durante a gestação prejudica ou não a postura.

A fim de ajudar com esses questionamentos, a fisioterapeuta da Mercur, Tânia Fleig, esclarece que o uso desse tipo de calçado não está proibido, no entanto, alguns cuidados são necessários.

Com o avanço da gestação e o aumento da sobrecarga corporal, é importante intercalar o uso de sapatos de saltos alto, médio, baixo e plataforma. Segundo Tânia, o uso do salto tem influência na postura e na distribuição do peso do corpo sobre os pés.

"O aumento da curvatura da coluna lombar é umas das alterações características da gestação. Com o crescimento do útero há um deslocamento do centro de gravidade do corpo para frente, tencionando a coluna. Com o uso de salto alto, a gestante pode intensificar esta alteração como forma de melhorar equilíbrio, o que pode aumentar as chances de dor na coluna lombar (lombalgia) e nos membros inferiores", explica a fisioterapeuta.

De acordo com a profissional, o uso frequente de salto alto leva ao encurtamento da musculatura posterior da perna. Além disso, outra característica deste período é o inchaço (edema) das pernas e tornozelos.

A fisioterapeuta ainda explica que o uso de salto alto no último trimestre da gestação para uma ocasião social, como uma festa, pode ser considerado desde que a mulher se sinta segura, com uma postura adequada, que gere conforto e bem-estar.

Logo, a recomendação para a altura do salto é aquela que melhor acomode a estrutura corporal como um todo e que, principalmente, faça a distribuição adequada dos pontos de apoio durante a caminhada.

Uma dica é que após o uso prolongado do salto, a gestante realize exercícios de alongamento.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: salto alto salto sapatos gravidez