Saiba tudo sobre gravidez de gêmeos

gravidezgêmeos

Foto - Shutterstock

Engravidar de gêmeos é o sonho de muitas mulheres; Porém as chances de engravidar de duas crianças variam de mulher para mulher e de casal para casal. A gravidez gemelar, como cientificamente é conhecida, acontece, principalmente, quando há histórico na família ou em alguns casos em que as mulheres optam pelas técnicas de reprodução assistida.

Há uma grande diferença entre as chances de uma gravidez múltipla por hereditariedade e por fertilizações. Segundo o ginecologista especialista em Reprodução Humana da Criogênesis, Dr. Renato de Oliveira, gestações múltiplas representam 1 a 2% de todas as gestações naturais. Enquanto as decorrentes de tratamento de reprodução assistida correspondem a 3,2%. Destas, 98% são gemelares.

No entanto, a gestação de múltiplos pode trazer consigo certos riscos. Para isso, é importante que o casal esteja preparado para maiores cuidados antes, durante e depois da gravidez. "De maneira geral, cada feto a mais no útero corresponde, normalmente, a um mês a menos de gravidez. Ou seja, os gêmeos podem nascer ao redor de 36 semanas ou perto de 2,5 kg. No caso de trigêmeos, a partir da 32ª semana ou quase nos 2,0 kg, já é preciso estar com as malas prontas, pois os bebês podem chegar a qualquer momento", alerta o médico.

Além disso, é importante ressaltar que essa prematuridade pode trazer consequências para os bebês. Além disso, existe o risco de rotura prematura de membranas (a bolsa das águas), hipertensão e diabetes gestacional. O tempo de internação para a mãe dos bebês também é mais prolongado, com necessidade de retaguarda de UTI neonatal.

Para que a gestação múltipla possa prosseguir sem maiores problemas é indispensável que a mãe siga todas as instruções do seu médico, realize o pré-natal detalhado, faça um acompanhamento nutricional e tenha repouso nos últimos meses da gestação. "A futura mamãe de múltiplos terá muito mais consultas do que aquela com uma gravidez de apenas um feto.

Também é imprescindível que fique mais atenta ao ganho de peso, que se alimente adequadamente e que não consuma grandes quantidades de sal ou comidas ricas em açúcar, que possam elevar o colesterol. E claro, sempre informe ao seu médico o que está sentido", orienta Dr. Renato.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: gêmeos gravidez