Prática de exercícios durante a gravidez

Prática de exercícios durante a gravidez

A prática de exercícios físicos é recomendada em todas as etapas da vida. Todo mundo sabe de sua importância. Mas durante a gravidez muita gente ainda considera arriscado praticar exercícios. Pois saiba que eles são recomendados sim, é só tomar os devidos cuidados.

O educador físico especialista em exercícios para gestantes e diretor da academia BPFit - atividade física para grávidas, Alexandre Alves, explica que no caso das mulheres que estão esperando um bebê os exercícios além de promover boa forma e bem estar servem para ajudar a mulher no parto, promovendo mais mobilidade no quadril, assoalho pélvico, melhorando a respiração e condicionamento. Outro benefício bastante importante tem a ver com o pós parto, a mãe tem mais energia o que ajuda muito na hora da amamentação.

Ele explica que o treino indicado para a mulher grávida deve ser baseado no histórico dela. "Depende muito se a mulher treinava antes ou não. Se ela sempre praticou exercícios há muito mais coisas que ela pode fazer".

A indicação é procurar um profissional gabaritado. É que alguns exercícios, até entre os mais simples, não podem ser feitos por grávidas porque podem prejudicar o bebê. "A mulher não pode deitar de costas no chão, por exemplo. Isso vai pressionar a veia cava que leva nutrientes para o bebê. Outro exemplo é que ela deve beber água no máximo a cada 20 minutos porque com a prática de exercício físico a temperatura do corpo aumenta muito. Sem a água o bebê pode sofrer algum dano". O acompanhamento por parte do profissional deve ser contínuo.

Alexandre, que estudou nos EUA, conta que por lá a prática de exercícios das futuras mamães é bem comum e conhecida. Os órgãos reguladores de prática esportiva não colocam nenhuma restrição de data para início e a indicação é de que seja praticado todo dia.


Pós parto

Alexandre conta que o acompanhamento segue após o parto. Assim que o médico libera a nova mamãe ela deve começar a praticar. "Normalmente após a quarentena ela pode recomeçar, depende do médico. A caminhada é sempre o começo e o trabalho vai aumentando de intensidade e seguindo até um ou dois meses após essa data. Depois disso ela está liberada para a prática normal".

Por Larissa Alvarez

Comente