Pouco carboidrato na gestação pode causar obesidade no filho

Pouco carboidrato na gestação pode causar obesidad

Para muita gente, abusar de carboidratos é sinônimo de quilinhos a mais. Mas no caso das mulheres grávidas, ficar sem comer uma quantidade regrada desses alimentos é que pode fazer com que os filhos tenham tendência a obesidade infantil. A conclusão é resultado de um estudo liderado pelo professor Keith Godfrey, da Universidade de Southampton, na Inglaterra.

Poucos açúcares e amido durante os nove meses modificam o DNA do bebê e essa transformação no material genético mostrou-se relacionada a crianças com maiores tendências a obesidade durante a infância.

A explicação não é simples, mas de acordo com o Godfrey, é possível explicar a relação da modificação do DNA com a alimentação materna por meio de um olhar mais evolucionista. O organismo do bebê, teoricamente, entende que ele vai nascer em um ambiente com poucos recursos de energia, por isso, para se adaptar ao meio, sofre uma mutação genética que faz com que o corpo dele acumule mais energia de alguma forma.

O fato de a mãe demonstrar deficiência de carboidratos em sua dieta acaba "ligando" um gene que predispõe a obesidade.

Mas é importante ressaltar que uma predisposição não significa diagnóstico certeiro. A obesidade depende de vários fatores para realmente se manifestar como o metabolismo da criança, alimentação no dia a dia, etc.


Carboidratos

Os carboidratos são essenciais em uma alimentação saudável por serem a única fonte de energia aceita pelo cérebro. Alimentos como pães, massas, bolachas, bolos, batata, mandioca, cereais, são ricos em carboidratos. Mas ele carrega o status de vilão das dietas, por isso é sempre bom consumir com moderação!

Por Larissa Alvarez

Comente

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?