Ovodoação, alternativa para a fertilização

ovodoaçãoadoção

Foto - Shutterstock

Já ouviu falar da ovodoação? Essa adoção diferente é uma alternativa atual para as mulheres que não podem ter filhos por determinado motivo. Esta alternativa precisa ser compreendida a fundo, a fim de serem evitados problemas futuros.

Afinal, neste processo, tem-se de um lado, uma doadora anônima, e do outro, um casal que sonha com a gestação. Certamente, alguns aspectos psicológicos envolvidos numa adoção tradicional não fogem à regra em relação aos casos de ovodoação.

Porém, se o desejo de ter um filho é tão forte, qualquer sentimento advindo desse método pode ser experimentado para que, aos poucos, cedam lugar à possibilidade de maternidade.

Tudo começa a partir da doação de óvulos - um ato de solidariedade que permite que uma mulher que não pode mais ter filhos, realize o sonho de ser mãe. Essa doação é realizada por meio da técnica de fertilização in vitro (FIV), onde, os ovários da paciente doadora são estimulados com medicamentos hormonais injetáveis para produzir um bom número de óvulos.

Em seguida, metade ou parte dos óvulos gerados serão coletados e fertilizados em laboratório com o sêmen do marido da receptora, formando, assim, os embriões. Estes, posteriormente, serão transferidos para o interior do útero da receptora.

As regras da ovodoação ( orientações do Conselho Federal de Medicina) :

- A doação nunca terá caráter lucrativo ou comercial. Não se vende óvulos (nem espermatozóides);

- Os doadores não podem conhecer a identidade dos receptores e vice-versa.

Obrigatoriamente será mantido o sigilo e o anonimato. A legislação não permite doação entre familiares;

- As clínicas especializadas mantêm de forma permanente um registro dos doadores, dados clínicos de caráter geral com as características fenotípicas (semelhança física), exames laboratoriais que comprovem sua saúde física e uma amostra celular;

- A escolha de doadores baseia-se na semelhança física, imunológica e na máxima compatibilidade entre doador e receptor (tipo sanguíneo etc).


Por Vila Mulher

Comente