Nomes da moda

Nomes da moda

Tem mulher que desde criança já sabe que nome vai dar ao filho, outras só começam a pensar quando descobrem que estão grávidas, já certas mulheres preferem ver o rosto do bebê para então decidir como vão chamar o filho. Seja como for feita a escolha é fato que essa importante decisão segue algumas tendências.

De tempos em tempos nomes “ficam na moda” durante alguns anos. Por exemplo, qualquer pessoa que tem entre 25 e 15 anos conhece muitos “Rafaeis” e muitas “Carolinas”, não é mesmo? Pois é, esses nomes já estiveram na moda e ainda são comuns, mas agora, de acordo com levantamento da Secretaria de Estado da Saúde, as mamães andam preferindo batizar suas meninas de Júlia e seus meninos de Gabriel.

De acordo com a Secretaria, em 2008, somente no Hospital e Maternidade Interlagos, que tem média de 430 partos por mês, nasceram 57 “Gabriéis” e 51 “Júlias”. Juntos os dois nomes representaram 4,21% dos 5,1 mil partos realizados pela maternidade.

A psicóloga Ana Paula Teixeira que atua há 22 anos em escolas de ensino infantil conta que já viu diversas “modas de nomes”. Ela explica que muitos pais acabam influenciados pelas novelas ou por pessoas famosas na hora da escolha.

Não é o caso dos primeiros colocados no ranking, mas pode ser o motivo do segundo nome mais comum entre os meninos. No ano passado, 43 “Kauans” nasceram no hospital. Será que as mães sonham que seus bebês cresçam e se tornem galãs como Cauã Reymond? Já entre as meninas a segunda colocada foi Maria Eduarda, nome escolhido por 38 gestantes.

Nomes da moda

Por Larissa Alvarez

Comente