Mudanças estranhas no organismo durante a gravidez

Mudanças estranhas no organismo durante a gravidez

Você mal confirma a gravidez e já se dá conta que o seu corpo está mudando. Daqui para frente não é só a barriga que vai aumentar, mas também os seios, o nariz, os pés, entre outras partes do corpo, basicamente por duas razões: hormônios e retenção hídrica.

A boa notícia é que na listinha de alterações, o aumento da libido também está incluído. Segundo o obstetra Luís Fernando Leite, da maternidade Santa Joana, isso acontece porque o organismo da gestante recebe uma dose maior de estrógeno. E todas as regiões onde há mucosa, incluindo os órgãos genitais, ficam inchadas.

"Além disso, o peso do útero comprime a região pélvica e "entope" os vasos sanguíneos, assim o sangue passa a circular mais somente por esta região e não vai tanto para outras partes do corpo", detalha Leite. Em muitos casos, as gestantes ainda conseguem atingir orgasmos múltiplos por conta dessas alterações.

A retenção de líquidos também acontece no nariz, por ser uma região com mucosa. "É comum eles ficaram mais largos, principalmente no sexto mês. Isso explica porque muitas mulheres ainda têm rinites e infecções respiratórias. Quando isso acontecer vá ao seu obstetra e não recorra à automedicação", alerta. Uma forma de evitar infecções, conforme o obstetra, é incluir mais alimentos com proteínas no cardápio. Alguns especialistas acreditam que o nariz aumenta por uma questão de sobrevivência. Com o olfato mais apurado, as fêmeas sabem melhor quando um predador está chegando perto.

Mais comum é o inchaço nos pés, pois a gestante produz fluidos para o desenvolvimento do feto. "A prática de atividades físicas, principalmente na água, como hidroginástica, por exemplo, além do pilates ou até da caminhada na esteira, desde que tenha um acompanhamento médico, é uma ótima forma de evitar que eles aumentem", indica. Descansar com as pernas para cima, sempre que possível, também é uma boa maneira de aliviar o inchaço.

Tudo se potencializa na gravidez por causa da retenção hídrica, até o paladar. Qualquer alteração nos alimentos faz com que a futura mamãe não sinta vontade de comê-los. A conhecida vontade de comer lasanha em plena madrugada, às vezes, acontece porque o seu corpo ou do feto sente a necessidade de uma determinada substância. Já o gosto de "cabo de guarda-chuva" está relacionado com os hormônios, que modificam o pH da saliva.

"Nesta fase, a mulher também passa por jejum muito rápido e sente um gosto amargo na boca, por isso a importância de se alimentar em intervalos menores", lembra o obstetra. Leite explica que em algumas gestações, o feto chega a "sugar" determinados nutrientes, entre eles, potássio, magnésio e cálcio "esse quando a mulher tem câimbras ou alterações nas unhas".

Grávidas que já usam óculos geralmente trocam de lente. Mais uma vez, os hormônios são os culpados. Eles fazem com que o cristalino cresça mais e altere o grau. Mas quando elas começam a amamentar tudo volta ao normal.

Algumas gestantes ainda sentem que não escutam como antes. Para isso há também uma boa explicação. "Como o sistema auditivo está ligado com a garganta, onde há mucosa, o inchaço (retenção de líquidos) é comum. Assim elas sentem como se o ouvido estivesse tampado ou ainda um zumbido, esse último está relacionado ainda com a hipertensão ou a anemia", esclarece Leite.

Ainda nessa fase é comum muitas mulheres perceberem que os pelos crescem mais rápido. Acne e machas no rosto são outros incômodos. Tudo por conta dos hormônios. "O que acontece é um aumento da produção de melanina. Assim surgem os melasmas ou cloasmas. As auréolas dos mamilos ficam mais escuras, axilas e virilhas também. O mesmo ocorre no pescoço e umbigo. Por isso, as futuras mamães devem redobrar os cuidados e usar um filtro solar potente diariamente para que estes locais não fiquem ainda mais escuros. Geralmente o tratamento para suavizar as manchas é feito com cremes clareadores", diz o obstetra.

Ainda falando em estética há a escolha do método depilatório. "Costumo perguntar às minhas pacientes: você grita quando a cera arranca os pelos? Se a resposta for negativa, sem problemas. Mas para aquelas cuja depilação é dolorosa, pode ser algo perigoso. Além de aumentar os níveis de adrenalina na mãe, o mesmo acontece com os batimentos cardíacos, sendo assim melhor usar o aparelho de barbear mesmo", recomenda.


Se o estrógeno é responsável pelo aumento da libido, a progesterona em maior quantidade no organismo faz com que as gestantes tenham mais sono, principalmente nos primeiros meses. O mesmo hormônio também é o culpado pela prisão de ventre, mais ainda, pela sensação de flatulência. O jeito é buscar uma alimentação balanceada rica em fibras, e tomar muita água. Mas não que essas e as demais alterações aconteçam com todas as gestantes, e nem ao mesmo tempo, pois são nove meses de muitas surpresas e expectativas para que a tão chegada hora do parto aconteça.

Por Juliana Lopes

Comente

Assuntos relacionados: grávida libido gravidez minancora gravidez