Mapa mostra regiões que tiveram violência obstétrica

violência obstétrica

Foto - Reprodução/farofafina

O "Mapa de Abusos cometidos no Parto" é um aplicativo de mapeamento virtual que permite tornar a público os locais, onde as brasileiras já sofreram violência obstétrica.

A violência obstétrica acontece quando vontade da mãe não é respeitada durante o parto e no pré-natal. Ela pode passar por uma cesárea desnecessária, escuta agressões verbais, é proibida de ter um acompanhante, etc.

Até o momento (25 de agosto de 2014), 338 casos de violências obstétrica foram registrados pelo aplicativo: 205 no sudeste, 13 no nordeste, 11 no norte e 9 no sul do Brasil. O aplicativo foi criado pela arquiteta Isabella Rusconi e o marido Carlos Pedro Satn'Ana, depois que a mulher passou pela episiotomia (corte feito entre o ânus e a vagina), considerado pelo casal como violência obstétrica.

O principal objetivo do aplicativo, de acordo com a criadora em entrevista para o site do jornal "Folha de SP", é fazer com que as mulheres desabafem as experiências que tiveram na maternidade. Isso porque Isabella conta que só se sentiu melhor do trauma, após tornar a público - escrever - sobre o caso.

As denúncias também servem como prova para alguma mãe que queiram comprovar a violência obstétrica em tribunal - caso sinta-se prejudicada a ponto de recorrer à Justiça - e também serve para quem ainda não está confiante sobre o hospital desejado para fazer o parto.

Para denunciar, a mãe pode acessar o site e relatar detalhadamente o que aconteceu durante o parto e o que caracterizou a violência obstétrica. É possível dar detalhes do hospital e até enviar fotos. O visual é parecido com o Google Maps, com a diferença que aparecem pontos vermelhos, onde já ocorreram denúncias.

Quem quiser ver as denúncias, basta entrar no site e se aproximar da região que deseja. Ao chegar ao ponto máximo da proximidade, passe ou mouse por cima do relato e clique sobre o título que dá para conferir a narração detalhadamente. É como se fosse um banco de dados de relatos.


Comente

Assuntos relacionados: parto violência obstétrica

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?