Lingerie para grávidas

Lingerie para grávidas

"Coleção NeoMaternity" da Dilady. Foto: divulgação

Apesar de ser uma época muito especial na vida de qualquer mulher, a gestação é conhecida também pelo desconforto, com suor excessivo (em especial nos dias de muito calor), inchaço e dores pelo corpo, principalmente nos últimos meses, por causa do "peso extra" da barriga. Por isso, o melhor é adaptar o que for possível: roupas, calçados, lingeries.

"Sem dúvida, o conforto guia a mulher durante a gestação", afirma Mariana Dijkstra, estilista da Valisère. A marca desenvolve roupas íntimas e investiu recentemente na linha "Mommy Fashion", com o objetivo de complementar a linha de amamentação básica. Os novos modelos são ricos em estampas e cores - porque lingerie de grávida não precisa deixar necessariamente a beleza de lado.

Outra marca que resolveu mostrar que as mamães podem sim ter lingeries confortáveis sem deixar a feminilidade é a Dilady. A "Coleção NeoMaternity" foge dos modelos mais básicos através de detalhes sutis, como algumas listras, por exemplo. Pensando em conforto, outra opção é a Linha Gestante da marca Trifil, com peças mais básicas e que se ajustam bem ao corpo.

As futuras mamães que ainda não sabem como comprar as novas peças íntimas devem lembrar que as melhores são aquelas que se adequam ao período e às necessidades do corpo. Então, a dica é fazer as compras de acordo com o ganho de peso e medidas. "Neste período o corpo é projetado todo para frente, portanto peças de sustentação sem apertar são o grande desafio, evitando problemas de circulação", explica Denise DallBello, gerente de produtos da Dilady.

Quando estiver escolhendo seus conjuntinhos, prefira calcinhas que não apertem a barriga, mas somente se ajustem a ela. Isso evita marcas, rompimento nos tecidos e problemas com a circulação.

A Dilady, por exemplo, tem calcinhas modeladas de maneira que permitem uso para cada trimestre da gestação. Isso acontece devido a uma faixa elástica com fecho ajustável, que se adapta às variações no formato da barriga e prolonga o seu uso.

Enquanto os seios estão crescendo, é importante usar sutiãs de sustentação. Tops podem ser uma boa pedida. "Muitas mulheres só se preocupam com o sutiã de amamentação, enquanto que um bom sutiã de sustentação durante a gestação é indispensável, prevenindo contra a flacidez das mamas. Na escolha, é fundamental alças de boa elasticidade e base e laterais reforçadas, garantindo a mobilização das mamas", diz Denise.

Lingerie para grávidas

"Coleção NeoMaternity" da Dilady. Foto: divulgação

Já no final da gravidez e pós-parto, a mamãe precisa pensar nos sutiãs para amamentação. Assim, ela pode usar a peça por mais tempo. "Este item deve trazer a estrutura muito bem feita, com alças e base firmadoras, com abertura frontal para facilitar o ato de amamentar", sugere.

Para cuidar da saúde, é bom usar calças e cintas modeladoras depois do parto. Elas ajudam na adaptação da musculatura da barriga e no restabelecimento das formas da mulher.

E, por último, mas tão importante quanto as outras dicas, lembre-se que os tecidos e o formato também são importantes. Algodão e microfibra de última tecnologia são algumas sugestões. Eles podem ter até acabamentos antibacterianos. "A lingerie, quando está no tamanho certo, deve vestir de forma que você nem sinta que está usando. Procure tecidos de toque macio e com elasticidade, eles farão você se sentir abraçada e confortável ao longo do dia", sugere Mariana, da Valisère.


Agora, você já pode escolher o melhor lingerie para lhe acompanhar durante os meses mais especiais da sua vida. Aposte em peças que a façam se sentir linda e bem cuidada. "Nesta fase única, além de atraente, a mulher tem que estar com roupas íntimas que ajudem a atravessar os períodos, garantindo a saúde e a beleza de seu corpo", finaliza Denise.

Por Priscilla Nery (MBPress)

Comente