Irlandesa descobre que está grávida 10 dias após aborto

gravidez

Foto Reprodução Daily Mail

A história da irlandesa Michelle Hui é um drama com final feliz. Ela sofreu um aborto espontâneo, chegou a ser internada e dez dias depois, descobriu que ainda estava grávida.

Na verdade, nenhum dos exames tinha detectado que Michelle estava grávida de gêmeos. E sim, um deles foi abortado. A irlandesa estava na sexta semana de gestação quando sentiu fortes dores no abdomen. Ela foi internada e após 5 exames, não foi detectado nenhum feto no útero de Michelle. Antes de ser liberada, ela recebeu duas pílulas abortivas. "Eu estava arrasada por ter perdido o bebê. Saí com alguns amigos e tomei uma garrafa e meia de vinho. Não sou de beber, mas estava muito triste", conta Michelle ao jornal Daily Mail.

Dez dias depois, realizou outro exame para ver se havia algum vestígio ou coágulos que pudessem prejudicar a saúde de Micelle. Como o exame deu positivo, ela teve que retornar ao hospital para fazer uma curetagem. Foi aí que veio a surpresa: os médicos ouviram os batimentos cardíacos do outro bebê.

Em 25 de fevereiro de 2013, Michelle deu a luz sua terceira filha, Megan Hui, saudável e pesando 2,721 kg. "Os médicos dizem que foi uma bênção, que nunca viram nada semelhante.", revelou.


Por Helena Dias

Comente

Assuntos relacionados: aborto gêmeos curetagem gravidez