Hidratação na gravidez: por que tomar água é tão importante?

Gravidez  hidratação com líquidos e alimentos

Hidratação na gravidez é questão de saúde para mãe e bebê. Foto: © OceanCorbis

Essa dica deve ser levada a risca principalmente no verão! Grávidas precisam tomar pelo menos dois litros de água por dia. Esse consumo de água, nesse caso, beneficia muito mais do que a beleza, isso é essencial para manter a hidratação necessária para a formação do líquido amniótico, que melhora a circulação sanguínea e irrigação do útero e da placenta.

Mas não é só isso, a água vai ajudar na eliminação de toxinas, o que diminui o risco das temidas infecções urinárias. Enfim, não há nada melhor para as grávidas do que tomar água e consumir outros alimentos ricos em líquidos. Além de água, a futura mamãe deve consumir sucos, sopas e muito leite.

O leite possui 90% de água, então, é duplamente melhor para mãe e bebê. Sopas de legumes fornecem água e legumes que hidratam e trazem vitaminas e sais minerais.

Alguns líquidos, porém, não tão amigos das mulheres gestantes, entre eles, chás e café, bebidas com gás e bebidas alcoólicas. Eles podem fazer mal ao feto, no que tange à absorção de cálcio, e o café e o chá podem causar agitação demais e taquicardia. Vale a pena evitar.

Saiba a quantidade de água em alguns alimentos e capriche na dieta:

Alface - 95%

Tomate - 94%

Melancia - 92%

Couve-flor - 92%

Melão - 90%

Abacaxi - 87%

Laranja - 87%

Goiaba - 86%

Maçã - 83%

Pera - 80%


Por Giseli Miliozi

Comente