Gravidez perfeita é igual à de celebridade?

Gravidez de celebridade

Grazi Massafera antes e depois da gravidez. Foto: Arquivo MBPress

É impressionante! Pouquíssimo tempo após a gravidez e de dar a luz, as celebridades já aparecem em shoppings, eventos ou nos palcos exibindo uma cinturinha invejável a qualquer mulher. Algumas delas chegam a apresentar um corpo mais enxuto do que antes do período de gestação.

E, por este motivo, logo são convidadas a estampar capas de revistas para contar os truques e segredinhos que a fizeram voltar à forma em tão pouco tempo. E muitas costumam afirmar que, após a gravidez, se tornaram pessoas melhores e que hoje entendem o verdadeiro sentido de amar e ser amada.

Mas será que a realidade das mamães anônimas também é assim?

A psicóloga e psicoterapeuta familiar Ana Pozza, mãe de Yasmin, de nove anos, relata que a gravidez é um período de grandes transformações, tanto psicológicas e físicas, como familiares, pois envolve um projeto de vida, abrir mão de algumas coisas, mudar a rotina e também pensar no futuro. "Pode ser uma notícia maravilhosa, assim como pode abalar a mulher e a família, pois precisarão adaptar a sua rotina e os seus planos para a chegada de uma criança que necessitará de cuidado, afeto e proteção."

Para ela é um momento que exige flexibilidade, maturidade, abertura à mudança, aceitação, apoio e muito amor. "Comigo foi transformador. Minha vida é antes e depois do nascimento da minha filha. Senti quase como um ritual de passagem de menina para mulher. Precisei refazer planos, me adaptar, aceitar a transformação do meu corpo, abrir espaço para a chegada da minha filha e não pensar somente em mim", diz ela.

Diferente das celebridades que contam com a ajuda de babás e enfermeiras particulares para cuidar dos filhos assim que retomam à rotina, Ana descreve que cuidou da filha com muita dedicação e sem ajuda de profissionais. "Abdiquei um pouco de mim e aceitei as transformações que este período estava trazendo", conta ela. "Precisei me afastar um pouco das atividades profissionais e o pai dela teve importância fundamental neste período. O bebê recém-nascido precisa muito da mãe, mas a presença paterna é fundamental, assim como dos familiares", orienta.

De acordo com a psicóloga, algumas mães "comuns" precisam lidar com a falta de recursos financeiros para manter a si e a criança. Sendo assim, devido à falta de tempo e dinheiro, elas sentirão as transformações no corpo e a pressão social para estarem esbeltas e se assemelharem às celebridades e às personagens das novelas. "Essa comparação irreal pode prejudicar a mulher/mãe, assim como gerar expectativas irreais dos parceiros em relação às suas mulheres", afirma.

Ou seja, os homens acabam esperando que as mulheres recuperem o seu corpo anterior à gravidez rapidamente, mas é algo que não ocorre. "Não existe isso de gravidez perfeita. Atualmente se vive como se não se pudessem ter dificuldades ou se devesse evitá-las", critica Pozza. "Uma celebridade precisa manter a sua imagem, pois seu trabalho exige isso. Sem contar que elas (famosas) têm uma vida com melhores condições financeiras, o que pode facilitar a contratação de babá, empregada, faxineira, assim como investimentos em tratamentos de beleza", acrescenta.

Já sobre a exposição dos filhos das "mamães famosas" na mídia, a psicoterapeuta acredita que só aparece o que pode aparecer: "A criança vive no contexto em que nasceu. Desse modo, se os pais são pessoas públicas, inevitavelmente, os filhos se tornarão públicos também".

Por Stefane Braga (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: mudanças corpo gravidez novela gravidez