Grávidas podem tomar chá?

chágravida

Foto - Shutterstock

Muitas pessoas têm em mente que os chás de ervas naturais só oferecem benefícios à saúde. Não é bem por aí, especialmente quando se trata de grávidas. Elas têm um série de restrições alimentares que devem ser respeitadas e alguns chás, podem causar intoxicação e até diminuir a quantidade de leite.

O chá de canela, por exemplo, causa contração do útero se tomado em excesso, podendo influenciar no parto prematuro. Já o chá de hortelã diminui a quantidade de leite, devendo ser evitado na gestação e amamentação.

O famoso chá de boldo, muito usado para quem tem problemas no estômago, também pode ser abortivo, assim como o chá de arruda, erva-de-bicho, buchinha do norte, espirradeira, melão-de-são-caetano, erva-de-santa-maria, pinhão-de-purga ou pinhão-paraguaio. Já os chás que contêm cafeína, como preto, verde e branco, aceleram o metabolismo, podendo causar palpitações.

Se a gestante curte um bom chazinho, a ideia é apostar nos que têm ação calmante e digestiva, como chás de camomila, erva-cidreira, capim-limão e erva-doce.


Por Helena Dias

Comente