Em forma no pós-parto - nutricionista avalia dicas das famosas

Em forma no pósparto  nutricionista avalia dicas d

Claudia Leitte Antes - Foto: Arquivo MBPress / Depois Foto: Andre Schiliro Revista NOVA

Parece mágica. Mal as famosas se tornam mamães, já desfilam pelas ruas, shoppings - ou pelas passarelas mesmo - exibindo um corpinho super em forma, às vezes mais enxuto que antes da gravidez, o que já é o suficiente para serem procuradas a fim de revelar o segredo que as fizeram emagrecer tão rápido.

Mas será que as dietas seguidas pelas celebridades valem mesmo a pena? Será que fazem bem à saúde? Para tirar essas dúvidas, o Vila Filhos selecionou algumas declarações das belas e pediu a orientação da nutricionista Vanessa Romero. Veja o que descobrimos:

Ticiane Pinheiro: "Quando sentia fome, comia um mix de ameixa, castanha-do-pará, nozes e amêndoas, que saciava sem engordar. Alternava corrida e caminhada na esteira e faço musculação. Exercitava-me em casa para ficar mais perto da minha filha."

A alimentação adotada por Ticiane Pinheiro não é a mais recomendada. Isso porque, após a gestação, as lactantes devem ter uma dieta equilibrada, ingerir todos os tipos de alimentos em quantidades necessárias para suprir suas necessidades e as do bebê. Tudo o que a mãe ingere é passado para o bebê através da amamentação.

Todos os ingredientes do mix citados pela atriz exercem grandes benefícios ao organismo. A ameixa causa saciedade por ser rica em fibras (principalmente pectina) e ser considerado um alimento antioxidante, que auxilia na prevenção de diversos tipos de doenças - como câncer de colorretal -, reduz a absorção de colesterol no sangue e doenças do coração, além da facilitar o funcionamento do intestino, combatendo a "prisão de ventre".

A ameixa causa também sensação de saciedade rápida devido às fibras e é rica em diversos nutrientes que auxiliam o organismo a obter um bom funcionamento do sistema imunológico. É rica em Vitamina C, além de fortalecer unhas e cabelos. O potássio auxilia na redução da pressão sanguínea, fósforo e vitaminas do complexo B e podem evitar doenças de pele e ossos.

A castanha-do-pará, nozes e amêndoas são conhecidas como oleaginosas, apresentam grande teor calórico, porém trazem diversos benefícios à saúde, fornecem gorduras mono e poliinsaturadas que auxiliam no funcionamento do organismo das lactantes. Contêm vitamina B1 (Tiamina), e facilitam a concentração de fibras musculares.

Desta forma, esses alimentos devem fazer parte da alimentação diária das pessoas, mas não devem ser ingeridos o tempo todo, ou quando sentir fome. Esse lanche seria adequado entre o café da manhã e o almoço, quando a ingestão de carboidratos e proteínas já deve ter sido realizado na primeira refeição do dia. Esses alimentos oferecem vitaminas e causam saciedade, o que pode levar o indivíduo a não sentir tanta fome no horário do almoço e ingerir apenas o necessário para a ocasião.

Claudia Leitte: "Minha alimentação sempre foi balanceada, curto muito saladas, verduras e legumes, daí não experimentei muitas novidades."

A alimentação da cantora Claudia Leitte parece ser a mais adequada para uma lactante, pois, pelo relato, a alimentação é balanceada, com saladas, verduras e legumes. Cada alimento tem sua função e fornece vitaminas, minerais e fibras. Devemos lembrar que a dieta balanceada é composta também de carboidratos que são responsáveis por fornecer energia e proteína - que auxilia na reconstrução do tecido muscular após a prática de atividades como musculação.

Carolina Dieckmann disse que aderiu à "Dieta das Notas", do médico endocrinologista Guilherme de Azevedo Ribeiro, para perder os 30 kg que ganhou com a gravidez do segundo filho: "É uma dieta que tem uma proposta que acredito: emagrecer comendo tudo que a gente gosta, desde que não ultrapasse as 500 notas diárias (o equivalente a 1000 calorias)."

A alimentação da atriz é uma nova técnica desenvolvida para facilitar as escolhas dos alimentos, sabendo contar apenas seus pontos do dia, ou da semana, como se fossem calorias. É uma forma de disciplinar as pessoas e auxiliar em suas escolhas.

Porém, é bom lembrar que alimentação deve ser equilibrada, isto é, devem fazer parte itens de todos grupos, mas em quantidades adequadas para cada indivíduo. Assim, essa dieta deve ser acompanhada de uma reeducação alimentar. O ideal é explicar ao usuário que não basta ingerir várias vezes por dia os alimentos do mesmo grupo alimentar, pois estes não irão suprir as necessidades do organismo e, assim, logo a dieta não funcionará. Vale ensinar a importância da variedade da alimentação.

Devemos lembrar também desse valor de 500 notas que equivale a 1000 calorias - elas são determinadas individualmente, de acordo com as necessidades do momento pós-gestação e adequação para o retorno às atividades diárias.

A top Adriana Lima, meses após o nascimento de sua filha (em novembro de 2009): "Estou seguindo uma combinação de diferentes shakes de proteínas. Meu cardápio inclui vegetais verdes - tudo grelhado ou feito no vapor - e proteínas. E a cada três horas eu tomo um shake ou como uma barra de cereal"

A alimentação da top é rica em proteínas, o que auxilia na reconstrução de tecidos musculares. É composta também de vegetais verdes, grelhados e refogados. Porém, a ingestão a cada três horas de uma barra de cereal ou o shake de proteína não é o ideal para compor todos os lanches.

A barra de cereal tem como nutriente mais importante a fibra, que causa saciedade, mas não deve ser ingerida várias vezes ao dia.


O shake é rico em proteínas. Esse nutriente não precisa ser ingerido em grande quantidade, uma vez que a alimentação equilibrada já oferece a quantidade de proteínas necessárias para este processo pós-gestação, para o dia-a-dia das novas mães. A ingestão elevada deve ser recomendada para atletas, praticantes de atividade física intensa.

Por Priscilla Nery (MBPress)

Comente