Como diminuir o inchaço na gravidez?

gravidezinchaçocirculação

Foto - Shutterstock

O verão é o período em que as gestantes mais sofrem com problemas circulatórios. Devido às altas temperaturas, típicas da estação, as veias se dilatam e ocasiona formigamento, sensação de peso e dor nas pernas e, principalmente, inchaço dos membros inferiores: pernas, tornozelos e pés.

Apesar de intensificar na estação mais quente do ano, o inchaço pode começar desde a segunda semana de gestação. "Isso ocorre porque na gravidez a mulher passa por diversas alterações hormonais que acarretam em um maior volume de sangue, aumento de retenção de líquidos e elevação do bombeamento do coração", explica o angiologista Ary Elwing, especialista em cirurgia vascular periférica e tratamento a laser.

De acordo com o angiologista, uma causa para o agravamento de inchaço na gestação é decorrente do crescimento do útero. O aumento provoca uma pressão sobre a veia, criando uma barreira para a circulação de retorno venoso que acaba se acumulando e dilatando os vasos sanguíneos dos membros inferiores.

Para reduzir os problemas com o edema, o ideal é mudar a alimentação. "Incorporar no cardápio alimentos que impedem o armazenamento de água no corpo, como melancia, morango, pepino, chuchu e berinjela, além de reduzir a quantidade de sal utilizado no preparo dos alimentos ajudam a controlar o inchaço. Ingerir dois litros de água por dia também é importante para manter o bom funcionamento do organismo da mamãe", informa o angiologista.

Somente a mudança alimentar não basta no controle do edema. É preciso que a mamãe pratique atividades físicas moderadas como caminhada ou hidroginástica para uma melhor circulação sanguínea. "Como o inchaço aparece normalmente no final do dia, a dica é elevar as pernas durante a noite. No momento em que for dormir pode colocar um travesseiro embaixo das pernas para que elas fiquem levemente erguidas para que ocorra um retorno do sangue", sugere o Dr. Ary.

O angiologista alerta que a mamãe deve ficar atenta se o inchaço afetar as mãos os braços e o rosto provocando uma limitação dos movimentos dos membros superiores do corpo. "Essas alterações são sinais de problemas com como diabetes gestacional e pressão alta e são muito perigosas para a mãe. Nesses casos, consultar um médico é essencial para avaliar tomar os cuidados necessários com a gestação", finaliza Ary Elwing.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: inchaço grávidas circulação gravidez