Pintar os cabelos na gravidez, pode?

No primeiro trimestre, tinta pode ser prejudicial aos bebês
gravidez-cabelo-tintura

Foto - Reprodução/chic.uol

Desde sempre se ouve falar que não pode pintar os cabelos durante a gravidez. Segundo especialistas, a química presente não apenas nas tinturas, mas também em alisamentos e permanentes, pode ser tóxica e prejudicar o bebê.

Através da raiz dos cabelos, a amônia, o bezeno e o formol podem ser absorvidos pelo couro cabeludo e pela circulação, chegar ao bebê. No entanto, esse efeito não dura a gestação inteira.

Os médicos explicam que nos primeiros três meses é a época em que o bebê está em formação. Depois disso, luzes, que têm uma química mais fraca, podem ser usadas. Outro método mais seguro é tingir os cabelos com pelo menos dois dedos de distância da raiz, assim como ombré e californianas, que não atingem o couro cabeludo.

A questão sobre tingir ou não tingir durante a gravidez surgiu quando Blake Lively apareceu com a raiz mais escura em um evento nos EUA. Antes ela era loira assídua, mas por conta da gestação, está deixando os fios crescerem. 

Jessica Simpson, Kate Winslet e Drew Barrymore são famosas que tingiram apenas o comprimento, sem chegar à raiz. 


Comente

Assuntos relacionados: tinta de cabelo cabelos loiros gravidez