9 dicas para a grávidas modernas

guia

Shutterstock

A mulher moderna está sempre correndo e com muitas atividades na agenda. No papel de mãe, esposa, amiga, dona de casa e profissional, acumula cada vez mais responsabilidades e acaba deixando de lado os cuidados com a própria saúde e beleza. O período de gestação é um momento especial em que a mulher precisa cuidar do corpo. No entanto, algumas atividades que são comuns em outros períodos, podem prejudicar a formação do feto e atrapalhar o desenvolvimento saudável da gravidez.

Por isso, Guilherme Loureiro Fernandes, mestre em obstetrícia pela UNIFESP, coordenador do setor de medicina fetal da maternidade Pró Matre Paulista e professor responsável pelo setor de Medicina Fetal da Faculdade de Medicina do ABC, elaborou um guia com dicas importantes para a futura mamãe se cuidar sem colocar em risco a saúde do bebê.

1. É melhor não tingir o cabelo.

Durante toda a gravidez, não é recomendado fazer nenhum tipo de tintura nos cabelos. Nesta fase inicial dos três primeiros meses, os riscos são muito altos porque os produtos químicos podem ser absorvidos pelo feto e podem causar distúrbios do crescimento e desenvolvimento dos órgãos.

Dica: Após o primeiro trimestre, está liberado o uso de xampus tonalizantes e produtos que não contêm amônia. Alguns especialistas também liberam outros procedimentos que utilizam produtos químicos, como luzes ou mechas, uma vez que nestes procedimentos não há contato direto do produto com o couro cabeludo; entretanto, isto não é um consenso. Por isso, converse com o seu médico antes de qualquer procedimento.

2. Cabelos lisos só com escova.

"Da mesma forma que a tintura, metais e químicas presentes em produtos para alisamentos também estão vetados durante toda a gravidez, principalmente os que contêm formol e derivados em sua formulação, porque podem prejudicar a formação do bebê", afirma o Dr. Guilherme. Por outro lado, secador, bem como hidratação e cauterização, estão liberados.

Dica: Durante a gravidez os cabelos podem ficar muito ressecados. Por isso, este pode ser um momento interessante para deixar o cabelo natural, tanto na cor quanto na forma. Experimente alguns produtos novos específicos para o seu tipo de cabelo, se desprenda da escova progressiva e nunca se esqueça de hidratar os fios.

3. Diga não às estrias.

Entre as transformações que acontecem no corpo durante a gravidez, o aparecimento de estrias costuma tirar o sono de muitas mulheres. "As partes do corpo que mais sofrem com o surgimento delas são barriga, seios, região interna das coxas e glúteos. Cremes hidratantes ou óleos, utilizados de duas a três vezes ao dia, ajudam a prevenir as estrias", alerta o médico. Evite banhos muito quentes e demorados que ajudam a ressecar a pele. Dica: Existem produtos indicados especialmente para a prevenção de estrias da gestante.

4. Filtro solar todos os dias.

O uso de protetor solar já deve fazer parte da rotina de todos, porque tanto a luz do sol, quanto a emitida pelas lâmpadas nos escritórios, podem causar danos à pele. No período da gravidez é ainda mais importante adquirir este hábito, uma vez que, devido à variação hormonal comum neste período, as chances de surgirem manchas no rosto aumentam consideravelmente. Por isso, o uso do filtro solar, ao menos uma vez ao dia durante a gravidez, se torna indispensável.

Dica: O rosto também pode ficar mais oleoso durante a gravidez. Por isso, é importante procurar um dermatologista e verificar qual o filtro solar mais adequado para a sua pele e, se necessário, mudar a textura do seu protetor solar atual.

5. Hambúrguer? Só se estiver com desejo.

Mesmo com a correria do dia a dia, fast food, lanches e frituras não são boas escolhas durante a gravidez. "O ganho de peso durante uma gestação saudável varia entre 10 e 14 quilos. Alimentos deste tipo apresentam baixo teor nutritivo além de contribuir para o ganho de peso", orienta o doutor. Por isso, para suprir todas as necessidades do bebê e também manter-se em forma, a mulher deve ter uma alimentação equilibrada e rica em verduras verdes escuras (brócolis e couve), colágeno (gelatinas e carne vermelha), ômega 3 (peixes, nozes e linhaça) e vitamina C (acerola, laranja e limão), vitamina D (substância transformada no corpo através da exposição solar ou ingerida por suplementação). Para evitar a tentação de comer guloseimas na rua, pode ser uma boa opção levar a própria comida de casa para o trabalho algumas vezes durante a semana.

6. Atividade física sim!

A atividade física é essencial para manter-se em forma, diminuir o inchaço e evitar o ganho extra de peso. Se a grávida já faz algum exercício, é importante conversar com o ginecologista para saber se pode continuar o treino normalmente. Caso seja sedentária, poderá iniciar com exercícios de baixo impacto, como pilates, ioga e caminhada, sempre com orientação médica.

Dica: A hidroginástica é uma das atividades físicas mais recomendadas pelos especialistas para as grávidas porque exercita todos os músculos, queima calorias e melhora o condicionamento cardiovascular, sem prejudicar as articulações.

7. Evite o salto alto.

O uso diário de salto alto já não é recomendado mesmo para mulheres não grávidas porque pode causar lesões nos joelhos, pés e coluna. Durante a gestação dor nas costas e inchaços nos pés são muito comuns, por isso é melhor evitar o uso de saltos muito altos. Dica: Para trabalhar prefira sapatilhas ou sapatos com saltos menores que são mais confortáveis e trazem maior estabilidade ao caminhar.

8. Sexo durante a gravidez não está proibido.

Fazer sexo é liberado e sem restrições, desde que a mulher tenha uma gravidez saudável, sem riscos e que não apresente sangramentos vaginais. "O bom relacionamento entre a mãe e o pai é importante para a saúde do bebê. Muitas mulheres podem ter um aumento da libido devido às alterações hormonais decorrentes da gravidez, o que pode tornar o momento a dois ainda mais prazeroso e agradável.", comenta o especialista. Dica: Converse com o seu parceiro. Existem algumas posições que são mais confortáveis tanto para a mulher quanto para o homem, como a "colher" em que a mulher fica deitada de lado e o parceiro atrás, por evitarem a compressão da barriga.

9. Pelos, vocês não pertencem a este corpo.

Devido ao aumento dos hormônios masculinos durante a gestação, a mulher pode ser surpreendida pelo crescimento mais intenso dos pelos. Depilação com cera fria e quente, lâminas e também máquinas depiladoras podem ser utilizadas sem restrições.

Dica: Atenção com os cremes depilatórios que contêm substâncias químicas que podem prejudicar o feto. Evite o uso deste tipo produto.

Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: filhos grávida notícias gravidez

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?