Você tem participação ativa na educação escolar dos seus filhos?

Você costuma acompanhar de perto seu pequeno na escola?
pais-escola

Foto - Shutterstock

Você costuma participar ativamente na educação dos filhos? E quando eu digo "participar" é checar religiosamente as lições de casa, verificar se estão estudando para as provas, se estão indo bem na escola ou se estão com problemas com os coleguinhas, ou mesmo dificuldade em alguma matéria. Você vai aos eventos promovidos pela instituição de ensino? E à reunião de pais?

Uma pesquisa chamada "Atitudes pela Educação" entrevistou 2.002 pais ou responsáveis de todo o Brasil para analisar como andam os acompanhamentos na educação dos jovens de 4 a 17 anos de instituições de ensino públicas e privadas. A análise mostrou que somente 53% dos pais e responsáveis entrevistados compareciam às reuniões promovidas pela escola. Outros 19% justificaram a ausência por conta da falta de tempo.

O estudo foi realizado pela Ong Todos pela Educação, a Fundação Roberto Marinho, Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, Fundação Itaú Social, Instituto Unibanco e Instituto C&A, em parceria com o Instituto Paulo Montenegro e IBOPE Inteligência.

O modo como os pais ou responsáveis encaram e valorizam esse momento de acompanhamento escolar está diretamente ligada às práticas no cotidiano escolar do próprio adulto e com a relação afetiva que eles possuem com os estudantes. E foram esses pontos os analisados para chegar à conclusão mostrada a seguir.

Perfis traçados

Com os perfis dos entrevistados em mãos, foram criados 5 grupos: os pais e responsáveis comprometidos, os envolvidos, os vinculados, os intermediários e os distantes. Apenas 12% dos respondentes faziam parte do primeiro grupo - ou seja, aqueles que tem uma participação ativa nas atividades que envolvem a educação dos rebentos.

Já o grupo dos envolvidos fica com 25% da fatia de entrevistados: são os pais que acompanham a rotina escolar dos filhotes, mas não possuem muito diálogo em casa.

Grande parte dos responsáveis (27%) foi classificada como vinculados, ou seja, pais e responsáveis que possuem um bom relacionamento familiar, inclusive contam com um diálogo mais aberto, mas não costumam acompanhar de perto o que os filhos fazem ou deixam de fazer na escola.

Já entre o grupo dos intermediários (composto por 17% dos entrevistados), quase todos os pais e responsáveis entrevistados (70%) possuem o hábito de verificar se o filho está fazendo a lição de casa e quase o mesmo montante de respondentes (67%) também mantém um diálogo para saber se algo ruim está acontecendo na escola.

O último, mas não menos importante, grupo - o de distantes - é representado por 19% dos entrevistados, sendo eles os que menos acompanham a rotina escolar dos filhos.

E você? Em que grupo se encaixa? Caso seja um pouco mais "ausente", saiba  que fazer parte da educação é fundamental para um bom desempenho escolar e, de quebra, também melhora na relação em casa.


Por Tissiane Vicentin

Comente