Que tal levar as brincadeiras das festas juninas para casa?

Que tal levar as brincadeiras das festas juninas p

Brincadeira "Boca do caipira"

Nas festas juninas, as barracas de brincadeiras são sempre as mais procuradas pela criançada, que aproveita a ocasião para se divertir. Algumas podem ser adaptadas e feitas em casa. Que tal juntar um grupo de amigos dos seus filhos e se divertir com eles?

O ideal é que as atividades sejam realizadas no quintal, mas se morar em apartamento, o pátio ou uma quadra também são propícios. Para quem mora em ruas tranquilas pode aproveitar para deixar as crianças neste dia para se divertirem com liberdade.

Para algumas brincadeiras, será necessário preparar o material com antecedência, então a diversão pode começar durante a semana, reunindo a criançada para ajudar, que tal?

Pescaria - Esta é a brincadeira mais tradicional das festas juninas, aliás, a mais disputada pela criançada, e é bem divertido ver os pequenos tentando acertar os peixinhos!

Para incrementar a brincadeira, alguns dias antes peça para a criançada reunir prendas, de forma despertar ainda mais o interesse deles na pescaria. De acordo com as prendas, numere-as das mais simples, mas as mais legais para os pequenos, e cole os números ou escreva-os nos peixes.

Os peixes devem ser recortados na cartolina. Onde fica a boca do peixe, cole um clipe de papel grande. Enterre os rabos dos peixes numa bacia com areia. Para fazer a vara, amarre um barbante num galho de árvore ou graveto; na outra ponta do barbante, amarre um clipe grande aberto em forma de anzol; agora é só tentar pescar e se divertir.

Bigode do caipira

Imprima ou desenhe numa cartolina o rosto de um caipira e cole sobre a lâmina de isopor. Faça o mesmo com o bigode, que no meio deve ter uma tacha, de preferência de plástico para evitar que se machuquem.

Ganha o participante que colocar o bigode mais próximo do lugar correto, mas ele deve fazê-lo com uma venda nos olhos depois de ter dado pelo menos cinco voltas em torno de si mesmo. A brincadeira pode ser feita em duplas, um jogador tenta acertar o bigode, enquanto o outro lhe fornece as coordenadas, no período de três minutos.


Boca do caipira

O princípio é o mesmo do tiro ao alvo. Imprima e cole sobre uma cartolina a figura de um caipira com a boca aberta. Recorte a boca do caipira, de maneira que fique uma abertura generosa onde os participantes deverão acertar bolinhas.

Desenhe uma linha no chão para marcar o espaço que os participantes devem ficar distantes da figura. O ideal é que a distância seja suficiente para tornar o acerto possível, porém não muito fácil.

Por Carmem Sanches

Comente