"Parem de dar 'junk food' aos seus filhos", diz Jamie Oliver

Sem a chamada "comida rápida", os pequenos podem viver 13 anos a mais
  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
junk-food

Foto - Shutterstock

Dê mais 13 anos de vida ao seu filho, basta parar de alimentá-lo com porcarias - também conhecidas como junk food. É isso que afirma o renomado chefe britânico Jamie Oliver.

Ainda de acordo com ele, as crianças não nasceram "programadas" para comer tranqueiras, então cabe aos pais dar aos filhos comida boa e de qualidade, para evitar que os pequenos sintam a necessidade de recorrer às junk foods.

Essa tentativa de alertar os pais sobre os perigos que a má alimentação pode causar nas crianças teve início depois que números alarmantes foram divulgados afirmando que uma em cada 10 crianças são obesas com idades entre 4 e 5 anos. Tal número aumenta para uma em cada cinco quando as crianças possuem entre 10 e 11 anos.

E vale lembrar que a obesidade infantil pode causar não somente problemas nos jovens (como diabetes tipo 2, doenças cardíacas e até câncer), mas também é mais provável que eles levem esses mesmos problemas para a vida adulta.

Jamie é conhecido por sua luta por alimentação mais saudável para todos, com o seu movimento "Food Revolution". Em 2012, por exemplo, ele venceu uma batalha judicial contra o McDonald's, que fez a rede de fast food mudar a sua receita, onde utilizava hidróxido de amônia no lugar das partes gordurosas de carne para rechear seus lanches.


Por Tissiane Vicentin

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: má alimentação crianças