Pai - amor em quarto lugar?

Quanto mais próximo da data de comemoração do dia dos pais, mais vemos mensagens e propagandas relacionadas ao tema, valorizando os pais, evidenciando as virtudes do “provedor” e por ai vai.

Ontem, lendo uma pesquisa divulgada pela Folha de São Paulo sobre comportamento dos adolescentes, chamou-me a atenção o seguinte dado: perguntaram para esses jovens, que nota eles dariam para o amor que eles tinham pela mãe, pelo pai, pelos avós e pelos irmãos. Claro que deu o que eu esperava, pelo menos no 1º lugar: mães na cabeça! Mas o que me causou surpresa foi a colocação dos pais nesse termômetro do amor: 4º lugar! Eles vêm atrás das mães, dos avós e dos irmãos. Ou seja, nesse páreo, com esses concorrentes, o pai fica em último.

Cabe a nós pararmos para pensar, pelo menos nesse mês de agosto, o que justifica essa colocação dos pais...eles merecem esse posto ou estão sendo injustiçados? Fica a pergunta apenas e deixo a respostas para vocês pensarem....

Cecília Russo Troiano é psicóloga, sócia-diretora da Troiano Consultoria de Marca e autora do livro “Vida de Equilibrista”. Casada e mãe de 2 filhos, ela afirma que é mãe equilibrista, vive sua vida tentando equilibrar “pratinhos”. Email - cecilia@troiano.com.br / Venda do livro pelo site www.vidadeequilibrista.com.br

Comente