Otite no verão

Otite no verão

Aumento de 50% dos casos. É isso o que acontece durante o verão com os casos de otite externa. O otorrinolaringologista Marcelo Alfredo explica que isso se deve ao maior contato que as pessoas tem com a água e também a grande exposição ao sol. Isso faz com que o ouvido fique mais suscetível a uma inflação ou infecção.

Dr. Marcelo destaca que o problema atinge principalmente as crianças e o motivo é a paixão delas pela água. Para evitar o problema e consequentemente as fortes dores que podem surgir, o médico indica cuidados simples: não exagerar no tempo dentro da água, secar a orelha quando sair da água, se alimentar e se hidratar bem e não usar cotonetes.

"Na hora de limpar o ouvido não use cotonetes. Use apenas uma toalha e limpe apenas até onde o seu dedo alcança. Com cotonetes você pode ir fundo demais e acabar com a proteção do ouvido, o que faz com que fique mais fácil ter uma otite, por exemplo.", explica.

A melhor coisa a se fazer é prevenir, mas caso a proteção não seja feita de forma correta e a otite aparecer, o otorrino explica que o tratamento é feito com antibiótico aplicado no local, gotinhas dentro da orelha. Em alguns casos, dependendo da dor, o paciente pode ter que tomar antiinflamatórios por via oral.

Existem algumas técnicas caseiras para combater a dor de ouvido, mas o médico explica que a única que ajuda é fazer uma compressa morna. "Passe um pano com ferro e coloque sobre a orelha que está doendo. Diminui bastante a dor."


Além da otite externa existe a otite média, mas essa não tende a aumentar no verão, mas sim no inverno, já que aparece a partir de gripes ou resfriados.

Por Larissa Alvarez

Comente