Obesidade Infantil: prevenção

obesidade infantil

Para combater a obesidade infantil, mal que já atinge uma em cada dez crianças em todo o mundo, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), é preciso investir na reeducação alimentar e atividades físicas.

Antes de tudo não se pode esperar que uma criança alimente-se à base de frutas e verduras enquanto o restante da família se diverte com alimentos calóricos. Veja algumas dicas importantes:

  • Alimentos saudáveis além de receitas leves e naturais são um ótimo começo. Embora, possa haver resistência por parte da criança, após alguns meses seu paladar começará a mudar e a reeducação alimentar será assimilada com maior naturalidade.
  • Prática de atividades físicas: os pais podem enfrentar algum tipo de resistência por parte da criança, que geralmente tem uma performance inferior à de seus colegas. Estimular a prática do esporte pode facilitar a formação de vínculos sociais e preveni a desistência ao esporte. Além disso, os pais devem estar atentos para não sobrecarregarem a criança, exigindo que ela faça mais atividades físicas do que é capaz de suportar. O esporte deve ser uma fonte de prazer e não de tensão. Como se nota, ainda que a constituição genética de uma criança favoreça a obesidade, há muito o que os pais podem fazer para evitar que o problema se instale. Investir na reeducação alimentar e no fim do sedentarismo de seu filho é um esforço que poderá poupá-lo de grande sofrimento na vida adulta.

Comente