O primeiro dia de aula das crianças

O primeiro dia de aula das crianças

Se até os adultos se sentem tensos no primeiro dia de aula numa faculdade, por exemplo, imagina só as crianças como ficam apreensivas de voltar às aulas e curiosas sobre uma nova escola, novos colegas. É comum sentir insegurança na estréia escolar.

A maneira como os pais se comportam influencia na maneira das crianças lidarem com o primeiro dia de aula. É preciso transmitir segurança de que é aquilo o melhor para ele, a fim de que o pequeno aluno não fique inseguro ao colocar os pés no novo ambiente.

Os pais devem buscar um contato com os professores que cuidarão dos seus filhos, já que a passagem do ambiente familiar para o social é difícil e podem haver problemas de adaptação da criança à nova realidade.

A cobrança dos pais ou a falta de vínculo familiar podem influenciar na reação das crianças, mas o choro não demonstra por si só que a criança está insegura. Há crianças que não choram, mas guardam pra si suas frustrações. É importante que haja conversa e que a criança tenha espaço para falar o que pensa e até contar sobre seu primeiro dia, suas expectativas e tudo mais.


Quando a criança chega entre 2 e 3 anos ela alcança sua "autonomia corporal" e isso significa que ela está pronta para a estréia escolar. Para os pais, passar um tempo na escola pode ser bem legal durante a fase de adaptação e ficar de olho na atenção que a escola dá aos problemas. Afinal, se o problema persistir por muitas semanas é preciso a ajuda da direção da escola, junto aos pais ou mesmo a ajuda de um profissional especializado. Mas o principal é sempre estar atento ao comportamento dos filhos.

Por Catharina Apolinário

Comente