no tempo da vovó

Quero homenagear uma pessoa simples,valorosa, uma mulher de fé, coragem, atitude, uma mulher pequena na estatura mas com um coração enorme e absolutamente maravilhosa pela sua sabedoria e exemplos.

Minha vó nasceu no interior do Ceará, tão interior que nem sei onde é, e ficou órfã muito pequena.

Sua mãe casou-se de novo, ela era filha única e de repente estava repleta de irmãos.

No tempo da minha vó, as moças eram casadas muito cedo e pronto, a partir dali eram propriedade do marido.

Meu avô, uma pessoa completamente sem noção, nem emoção, fez 13 filhos dos quais minha avó criou 10, os outros Deus levou, como se diz.

Ela criou 10 filhos, sem ter emprego, profissão, estudo e nenhum homem por perto.

Sozinha, longe da família, pois já morava aqui em Brasília, criou 7 mulheres, 6 delas chamam-se Maria e 3 homens.

No tempo da minha avó, viúva de marido vivo, não casa de novo, não tem namorado, namorido, amante, nem ficante.

Ela ficou viúva de marido morto, mas continuou sozinha.

Filhos criados, netos, bisnetos e tataranetos também.

Hoje aos 94 anos, lúcida, alegre e agradecida a Deus pela vida, continua sendo exemplo e minha inspiração para criar minhas filhas.

É difícil criar filhos hoje em dia, mas se minha vó criou 10, eu acho que consigo criar 2 com a graça de Deus.

Comente