Mulher multitarefa!

De todos os lados, as pesquisas mostram que as mulheres estão mais sobrecarregadas com as tarefas do dia-a-dia. Estão mesmo beirando o colapso nervoso. É o chefe que não quer nem saber que o filho ficou com febre. É a geladeira vazia que não quer nem saber que ela teve que virar a noite trabalhando. É a raiz do cabelo que não quer nem saber que hoje tem prova na faculdade. Muito menos os ingratos músculos do seu bumbum. E, assim, a sobreposição de tudo ao mesmo tempo, “pra ontem”, é o quadro pintado bem à sua frente. A saída? Aprender a otimizar o tempo.

Tempo, tempo, tempo, tempo - diz Caetano. Curto, curto, curto, curto - complemento. O dia voa. A semana voa. O ano está voando. Nenhuma novidade. E as tarefas a serem cumpridas só fazem crescer.

Otimizar o tempo significa, basicamente, adotar o mantra “enquanto isso... aquilo”. Enquanto ajuda a criança a montar o Lego novo, resolve mentalmente o problema do cliente. Enquanto o namorado vai ao banheiro do restaurante, checa os e-mails pelo celular. Enquanto lê o jornal, abaixa e levanta 50 vezes para deixar as pernas torneadas.

Esta dinâmica, embora cansativa, é útil e produtiva no enfrentamento das “múltiplas tarefas”. Mas o problema que se coloca é outro: o que se faz "por tarefa" e o que se faz "por prazer"?

Recente pesquisa com mães, realizada pela Uma a Uma, mostrou que estes limites estão um pouco borrados e as mulheres estão sentindo falta de se sentir“inteiras” quando fazem as coisas. O vício da produtividade está demolindo o prazer. Aquele prazer de comprometer todos os sentidos na contemplação de um quadro no museu. Bem diferente daquela tarefa de ir ao museu para aliviar a culpa de quem passou o mês inteiro sem ticar na agenda o item “consumo cultural”.

Leia também - Dicas para organizar sua agenda de compromissos!

Uma a Uma é uma empresa de inteligência de mercado especializada no público feminino. As sócias e colunistas do Vila Mulher, Denise Gallo e Renata Petrovic, ajudam a entender melhor e desvendar as várias faces da mulher contemporânea. Contato: umaauma@umaauma.com.br

Comente