Mamãe High Tech

Foi-se o tempo em que o melhor presente para uma mãe seria um jogo de panelas ou uma batedeira de bolo último tipo. Recentemente comemoramos o Dia das Mães, que diga-se de passagem é o evento do ano em que o comércio mais fatura, tirando o Natal. Agora que as vendas já foram analisadas, o fato que mais chamou a atenção dos varejistas foi a troca dos eletrodomésticos por itens de tecnologia como presente das mães.

As mães de hoje não querem mais esquentar a barriga no fogão e esfriar no tanque! A vida, graças a Deus, é mais do que isso e esse recorde de vendas de computadores ajuda a reforçar isso. Antes que alguém me critique, não há nada de mal em cozinhar ou lavar. Mas também não precisamos fazer só isso, certo?

Na verdade os dados de venda apenas confirmam o que as próprias mulheres já vinham pedindo. Em pesquisa realizada antes do Dia das Mães, feita pela FECOMERCIO, 21% das mães diziam querer ganhar um computador contra 16% que queria um eletrodoméstico e 10% que preferia DVDs ou CDs.

No ano passado, a preferência era por roupas e calçados (20%) seguidos de eletrodomésticos e perfumes. Computadores não eram nem o terceiro da lista!


O mundo mudou muito, mas certamente as mães mudaram muito mais!

Cecília Russo Troiano é psicóloga, sócia-diretora da Troiano Consultoria de Marca e autora do livro "Vida de Equilibrista". Casada e mãe de 2 filhos, ela afirma que é mãe equilibrista, vive sua vida tentando equilibrar "pratinhos". Email - cecilia@troiano.com.br / Venda do livro pelo site www.vidadeequilibrista.com.br

Comente