Mães seguem manuais para educar seus filhos

filhos

Foto - SHutterstock

Crianças terceirizadas. Este é o nome dado para filhos que acabam educados com base nas regras de manuais da educação, que vêm com um passo a passo de como cuidar dos pequenos. A rotina insana vivida pelos pais de hoje acaba criando uma barreira entre eles e suas crias. Mas, afinal, o que mudou para que as mães passassem a seguir os formatos já prontos e não o próprio instinto materno?

Boa parte desta pergunta pode ser respondida pela falta de tempo. Pais optaram transferir suas obrigações para as escolas, babás enfermeiras e /ou amenizar sua distância distraindo a criança em frente a TV, tablets e videogames. A maratona do dia a dia fez com que os pais usassem e abusassem destes recursos triviais para driblar as noites mal dormidas, a dedicação de algumas horas com seus filhos.

Nada disso significa que estes pais não amem ou se preocupem com as crianças, mas a exaustão os encurrala em situações que eles não imaginam ser possível reverter, logo, a primeira coisa que lhes vem à cabeça é contratar serviços de terceiros para suprir estas necessidades, como se o prazer e desprazer de ter filhos não fizessem parte do mesmo pacote.

O contato de uma criança na primeira fase de sua vida com a mãe é essencial e indispensável, pesquisas mostram que menores criados longe dos laços maternos tendem a ser mais solitários, e propensos a ações delinquentes. Não respeitam e nem se importam com o próximo.

Portanto, se você já é mãe ou pensa em viver este momento, faça isso com dedicação e muito amor. Filhos precisam de cuidados, carinho e paciência. Vínculos fortes são saudáveis. Evite terceirizar suas obrigações para outras pessoas. A rotina é sim, cada vez mais insana, mas não pode ser usada como desculpa. Participe da vida dele. Brinque, faça atividades em família e amigos. O tempo passa, eles crescem e quando percebemos, eles já não são mais nossos bebês.


Por Kelly Jamal

Comente