Mãe da menina mais bonita do mundo rebate críticas

Ela foi acusada de expor a filha com fotos sensuais
menina mais bonita do mundo

Foto - reprodução Daily Mail

Kristina Pimenova tem apenas 9 anos e já posou para campanhas Cavalli, Armani e Benetton. E não é para menos. A pequena modelo tem traços perfeitos, o que deu a ela o título de ‘garota mais bonita do mundo’ nas redes sociais. No entanto, depois da exposição, a mãe dela, Glikeriya Pimenova, começou a sofrer críticas sobre as fotos que postava da filha. Alguns a acusaram de expor a filha e diziam que isso não era infância para a criança.

“Eu não aceito essas acusações sobre sexualização da minha filha. Estou certa em minha mente de que todas as suas fotos são absolutamente inocentes. Eu nunca pedi a ela para fazer esta ou aquela pose, e na verdade devo dizer que ela não gosta quando a estou fotografando. Quem vê além de uma criança nestas fotos pode ser pedófilo, tem que se tratar", desabafou a mãe. 

Não foram apenas os looks das fotos que levaram a mãe a sofrer críticas, mas sim a repercussão com os comentários maldosos dos internautas. Alguns criticavam dizendo que as roupas não eram adequadas, por exemplo, em uma foto que Kristina estava usando calções e jogando badminton. “Pelo amor de Deus, o que mais uma criança deve usar no verão, quando ela está jogando badminton? Sugiro que processar Roberto Cavalli Júnior e Mango miúdos para a confecção de roupas perversas” disse ela.

menina mais bonita do mundo

Foto - reprodução Daily Mail

"Eu sinto muito quando leio comentários e conclusões de pessoas que não nos conhecem, que nunca nos conheceram, mas se dão ao direito de julgar a mim e minha filha, dizer que ela não tem uma infância ou que esta mãe estúpida está fazendo dinheiro. Estou aqui para dizer-lhe que temos dinheiro suficiente, que Kristina tem uma infância”, disse a mãe.

Ela acrescenta um comentário que será visto como ofensivo por muitos no Ocidente: "O fluxo de tais comentários é proveniente de países onde os casamentos do mesmo sexo são permitidos. 'Ela reclamou criticando como a homossexualidade na frente das crianças pode ser tolerada na Europa ou na América, enquanto imagens "inocentes" de sua filha têm sido alvo de crítica.


Por Helena Dias

Comente

Assuntos relacionados: filhas e mães