Má postura interfe no rendimento escolar

Má postura interfe no rendimento escolar

Menina, olha a postura! Como se insistir nesse discurso com as crianças e adolescentes adiantasse alguma coisa. Por isso, a consciência corporal deve começar cedo, logo quando a criança começa a sentar na cadeirinha para comer e sua estrutura corporal ainda está em fase de crescimento.

O problema é que quando as crianças chegam à escola, nem sempre recebem orientações dos professores. "A ausência de educação postural nas escolas primárias é uma grave falha. As crianças quando voltam das férias começam a enfrentar longos períodos na posição sentada em carteiras inadequadas, que resultam em posturas erradas, inclinadas e com os ombros caídos. Os maus hábitos começam a ser estabelecidos e se tornam automáticos", explica a fisioterapeuta Deborah Supino.

Por isso é importante que os próprios pais incluam o assunto nas reuniões escolares. Conforme a fisioterapeuta, os primeiros sintomas devido à má postura, entre eles, hipercifose (aumento da curvatura da região dorsal), hiperlordose (aumento da curva na região cervical ou na região lombar) e escoliose (desvio da coluna vertebral que resulta em um formato de "S") geralmente não se manifestam logo de cara.

"Os sintomas iniciais são mínimos ou ausentes. Quando o problema é diagnosticado, já está gravemente instalado", alerta.


As dores na coluna acabam comprometendo as atividades enquanto os filhos estão na escola. “A criança que sente dores frequentes não fica motivada a concentrar-se nos estudos. Ela pode se tornar agitada e com problemas de comportamento. Para ela, permanecer em uma posição por muito tempo pode ser mais desagradável do que para seus colegas", ressalta Deborah.

Quando ela estiver sentada preste atenção:

  • As crianças devem se sentar de forma ereta;
  • A altura do assento deve permitir que os pés fiquem totalmente apoiados no chão; Todas as articulações devem estar estabilizadas, formando um ângulo de 90 graus (pés, joelhos, quadris e cotovelos);
  • Não deve haver pressões do assento sobre os músculos posteriores da coxa;
  • Deve haver espaço livre entre as coxas e a parte inferior da mesa, para não limitar os movimentos;
  • Os cotovelos devem ficar aproximadamente no mesmo nível da superfície da mesa e o encosto deve permitir o apoio das costas.
  • As conseqüências da má-postura podem ir além das dores nas costas. Além dos problemas de coluna, sentar da forma errada também compromete o desenvolvimento dos dentes. A explicação é simples: um lado do corpo fica maior e resulta em dentes desalinhados, que são corrigidos com aparelho ortodôntico. Isso sem contar as dores nas mãos, LER - Lesão por Esforço Repetitivo e DORT - Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho. Razões suficientes para ficar atenta e procurar um ortopedista infantil para a prevenção do problema.

    Por Juliana Lopes

    Comente

    Assuntos relacionados: filhos crianças escola