LongboardStroller: carrinho de bebê para pais descolados

LongboardStroller carrinho de bebê para pais desco

Foto: Divulgação/ longboardstroller

Nos dias de hoje, quem quer se deslocar pelas cidades precisa ter muita paciência. Até os pais que passeiam com seus filhos precisam escolher bem os locais e os horários para conseguir andar em paz com o carrinho pelas ruas.

E para tentar facilitar a vida desses pais e dar uma dose de adrenalina ao passeio com as crianças, a Quinny, marca conceituada em todo mundo, por conta de suas invenções para facilitar a mobilidade urbana, se uniu ao Estúdio Peter Van Riet e desenvolveu um carrinho chamado LongboardStroller.

É uma espécie de skate que tem uma cadeirinha de bebê acoplada na parte da frente. É como se fosse um patinete, destinado aos pais que têm bom equilíbrio e que gostam de sentir o vento bater no rosto.

Mas para usar o carrinho é preciso saber escolher o lugar e ter bom senso. Nada de ruas desniveladas, curvas, ladeiras e decidas e proteja sempre a criança com bons equipamentos de segurança. A cadeirinha já vem com um cinto, mas é preciso usar um capacete também!

O LongboardStroller ainda é apenas um protótipo, mas tem sido compartilhada com fervor pelas redes sociais e até já ganhou um prêmio, o OVAM Eco Award PRO 2012.

Os pais mais radicais devem estar ansiosos pela chegada do carrinho ao mercado, mas a coordenadora nacional da ONG Criança Segura, Alessandra Françoia, vê a invenção com ressalvas, alegando que a criança fica muito exposta.

Ela ainda compara os riscos desse equipamento ao das cadeirinhas das bicicletas. "Conforme já recomendamos, crianças não devem andar na cadeirinha da bicicleta. Elas dormem e podem cair, ficam mais altas e mais próximas dos riscos em uma colisão. Além disso, a bicicleta é um veículo individual."


Sobre o cinto de segurança do LongboardStroller, Alessandra comenta: "Desconhecemos estudos sobre os riscos desse produto, mas, neste caso, só protegeria a criança de uma queda, o que não é suficiente", alerta.

Juliana Falcão (MBPress)

Comente