Jovem que assumiu homossexualidade pelo Youtube se suicida

Jovem assume homossexualidade

Foto: Reprodução Youtube

A falta de apoio de familiares e da escola fez mais uma vítima: Jamey Rodemeyer, de 14 anos, que era homossexual e sofria bullying, cometeu suicídio. Fã da cantora Lady Gaga, o jovem mantinha um blog, onde denunciava os ataques sofridos, a falta de assistência dos pais e a inércia da escola onde estudava.

"Eu sempre digo o quanto sofro bullying, mas ninguém escuta. O que eu tenho que fazer para que me escutem?", escreveu. Em uma de suas últimas mensagens, Jamey disse ter vontade de reencontrar a bisavó, que morreu recentemente, e fez um agradecimento à cantora Lady Gaga. Logo depois, foi encontrado morto do lado de fora da sua casa.

Mesmo com todo o sofrimento, Rodemeyer ansiava por um mundo melhor e menos preconceituoso. No vídeo que postou quatro meses antes de morrer, intitulado "As coisas melhoram! Eu prometo!", ele deixa uma mensagem otimista: "Mantenha a cabeça erguida que você chega longe".

Em entrevista ao Huffington Post, a mãe do jovem, Tracy Rodemeyer, disse esperar que a perda do filho seja usada para ensinar uma mensagem de tolerância. Eis aí uma palavra que não fazia parte do vocabulário dos familiares e "amigos" de Jamey. Lamentável.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente