Horário para acordar

Horário para acordar

Após um mês do início das aulas, resolvi avaliar a mudança que fiz no horário da escola dos meus filhos, de 9 e 3 anos. Eles passaram a estudar no período da manhã, na mesma escola. Até então eles acordavam entre 8 e 9 horas, faziam algumas atividades, como futebol, adestramento do cachorro, dentista e lições de casa. Almoçavam cedo, pois a perua passava 12h30, e voltavam por volta das 19 ou 20h, já que ficavam na escola para aulas de judô ou futebol.

Com a mudança, acordamos às 6 da manhã, para sair as 6h40 com a perua. Após o almoço, temos duas tardes inteiramente livres, para ficar em casa, descansar, jogar vídeo-game e até passear. As atividades extras, ficaram concentradas nos outros 3 dias. O pequeno cochila de tarde por volta de uma hora e meia, e todos - inclusive os pais - dormem entre 9 e 10 horas.

Estamos todos adorando nossa nova rotina, percebo que os horários para acordar e dormir ajuda para que as crianças tenham inclusive uma rotina alimentar melhor, principalmente o almoço, já que chegam com fome e tem tempo para comer sem pressa, já que os horários estão bem distantes dos horários das refeições.

Acho que estamos com uma rotina mais saudável, com mais tempo em família e as atividades extras já não sobrecarregam a escola, já que essa parte é cumprida logo no começo do dia.


Sem dúvida, qualquer horário que seja a escola, a rotina das crianças deve ser baseada não só nela, mas nos horários de acordar e dormir e das refeições. A rotina de horários cria crianças mais seguras e ajuda no estabelecimento de tarefas e organização do tempo.

Michelle Maneira é pedagoga, com pós-graduação em psicopedagogia e especialização em tecnologias educacionais, professora de educação infantil da rede pública.

Comente